07/10/2015 às 09h38min - Atualizada em 07/10/2015 às 09h38min

Greve dos bancários fecha mais de 250 agências no Espírito Santo

O movimento grevista dos bancários reivindica um reajuste salarial de 16%, participação nos lucros ampliada e melhores condições de trabalho, como prevenção a assaltos e sequestros

Folha Vitória

Os bancários capixabas atenderam ao chamado do movimento sindical nacional e aderiram à greve da categoria, que teve início nesta terça-feira (6). No total, 261 agências – 164 na Grande Vitória e 97 no interior do Estado – ficaram fechadas durante todo o expediente bancário. Além disso, os prédios administrativos do Bandes, Banestes Banco do Brasil e Caixa Econômica em Vitória também não funcionaram.

O coordenador do Sindicato dos Bancários/ES, Jessé Alvarenga avaliou o primeiro dia da greve como positivo, devido à grande adesão dos bancários do Estado e destacou que a tendência é o movimento grevista se fortalecer nos próximos dias. “Amanhã o número de agências fechadas deve aumentar. Devemos intensificar a mobilização”, enfatizou.

Principais reivindicações 

O movimento grevista dos bancários reivindica da Federação Nacional dos Bancos um reajuste salarial de 16%, participação nos lucros de três salários acrescidos de R$ 7.246,82, piso equivalente ao salário mínimo do Dieese em junho, além de reajustes nos vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá.

Os grevistas querem também melhores condições de trabalho, com o fim do assédio moral que adoecem os bancários, fim das demissões, mais contratações, fim da rotatividade e combate às terceirizações, além da ratificação da Convenção 158 da OIT, que coíbe dispensas imotivadas. O acordo prevê também Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários, auxílio-educação e esquema de prevenção contra assaltos e seqüestros

Segundo o movimento grevista, o acordo em nível regional prevê cláusulas exclusivas para os funcionários do Banestes. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp