30/03/2021 às 17h22min - Atualizada em 31/03/2021 às 00h00min

Bandeiras pretas repercutem no tipo de procura por educação dos brasileiros em 2021

Cresce a procura por alternativas on-line de educação pelos alunos brasileiros em meio à pandemia.

DINO
http://www.aprimoramente.com

O prolongamento da pandemia levou alunos de todo o Brasil a encontrarem soluções para suas demandas por educação em 2021. Com muitas cidades em bandeira preta e restringindo os alunos a frequentarem a escola em modalidade presencial, a alternativa é buscar opções on-line para continuar estudando.

De acordo com uma das fundadoras da plataforma Aprimoramente.com "os cursos mais procurados pelos brasileiros no Guia de Educação são os cursos de reforço escolar, os cursos preparatórios para ENEM e pré-vestibular on-line e os eventos de educação on-line, como congressos e conferências que estão acontecendo de forma virtual ainda neste ano", aponta Nicole Copetti Dal'Aqua. A plataforma Aprimoramente.com foi criada com o intuito de promover a educação no Brasil, divulgando gratuitamente informações de cursos e eventos, para que os alunos brasileiros estejam conscientes de suas opções. Nicole ressalta que a equipe busca constantemente atualizar o Guia de Educação, para que mais alunos se beneficiem das informações de cursos gratuitos e pagos que estão sendo ofertados no Brasil.

Novo mapeamento realizado pelo CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira) e pela Abstartups (Associação Brasileira de Startups) com 449 edtechs aponta que o mercado de plataformas e soluções educacionais digitais cresceu exponencialmente em 2020, oferecendo novas soluções para professores e instituições de ensino que demandavam ferramentas para tornar possível realizar aulas remotas úteis e interessantes para os alunos. A importância destas soluções tecnológicas se relaciona com o fato de os professores terem sido surpreendidos com a nova demanda de aulas on-line. De acordo com pesquisa realizada pelo Porvir, docentes relataram em 2020 sentirem ansiedade (67%), cansaço (38%) e tédio (36%), pois dar aulas a partir de casa era situação inédita para a maioria (88%), tanto é que 83,4% responderam que não se sentiam preparados.

Com a entrada de novos provedores de conteúdo e o aumento do número de acessos ativos com educação remota e teletrabalho, de acordo com as informações de NIC.BR, em março de 2021 foi batido o recorde em tráfego de internet, representando um crescimento de 60% na comparação com o número registrado em março do ano anterior. Segundo Júlio Sirota, gerente de infraestrutura do IX.br, o crescimento se justifica “pelo aumento na procura por conexão aos nossos IXPs (Internet Exchange Points ou PTTs), com 924 novas conexões no período e 527 novos participantes, sendo 377 em São Paulo”. 

Em relação aos cursos livres à distância, pesquisa realizada pela plataforma de ensino Udemy aponta que houve um aumento global de 425% na procura de cursos on-line e outras plataformas como Hotmart e Coursera também cresceram a oferta com cursos nas mais diversas áreas de conhecimento.

Avaliando o cenário atual, a demanda por alternativas para a educação no Brasil e no mundo é uma realidade crescente. Não há apenas uma forma de aprender, pois as fontes de conhecimento são diversas, desde livros, videoaulas, cursos on-line, aulas ao vivo on-line, apostilas digitais, cursos formais à distância, entre outros. Por isso a plataforma Aprimoramente.com reuniu milhares de opções de aprendizagem para os alunos que desejam descobrir suas opções e não ficarem limitados apenas ao que já conhecem. "Acreditando que aprimoramento é para sempre e para todos, reunimos guias de educação gratuita on-line de alta qualidade, para que todos os brasileiros possam estudar, mesmo não possuindo recursos financeiros no momento", aponta Nicole.



Website: http://www.aprimoramente.com
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp