25/03/2021 às 17h45min - Atualizada em 26/03/2021 às 00h00min

Empresas se desenvolvem no setor on-line com trabalho home office e utilização de assistentes digitais

Com as tecnologias disponíveis as organizações podem realizar reuniões on-line, videoconferências, criar grupos privados e gerenciar tarefas corporativas

DINO
https://www.linkedin.com/in/edsonteless/

Em tempo de pandemia da Covid-19, empresas tiveram que se adaptar a uma realidade virtual para sobreviver e uma dessas adaptações foi à utilização do trabalho de home office, de acordo com a Cushman & Wakefield plc, empresa de consultoria imobiliária global. Segundo um estudo feito pela consultoria, 40,2% das empresas que não adotavam o trabalho remoto antes da pandemia e fizeram para cumprir a determinação do isolamento social, imposta pelos governos para combater a proliferação do vírus, irão adotá-lo de forma definitiva no pós-pandemia.

A tendência do mercado atual com o trabalho home office vem aumentando cada vez mais, com isso, muitos escritórios estão sendo reduzidos ou até mesmo fechados, e o modelo conservador de empresas está diminuindo dando espaço a uma nova corrente impulsionada por tecnologias disruptivas, afirma Edson Teles Victor, empreendedor e gerente tecnológico de projetos sênior, consultor de inovação e segurança de aplicações para Fintech’s. “Estamos vivendo um momento que queremos a todo custo resgatar o convívio social novamente, porém, o trabalho remoto basicamente permanecerá o mesmo. A tendência é continuar trabalhando de forma on-line a partir de nossas casas, cada vez mais adaptadas, e fazendo reuniões em lugares diferentes todos os meses para socializar e conectar-se presencialmente”, explica o especialista.

Entre as inovações tecnológicas recentes do mercado, lembra o profissional de TI, estão o Clubhouse e o Google Workplace que trazem funcionalidades e recursos que ajudam os usuários a aproveitar melhor o tempo de trabalho. “A cada dia que passa temos mais assistentes digitais para se reunir e trabalhar de forma eficiente, isso vai fazer com que as grandes corporações sejam lembradas como enormes mamutes em extinção”, declara Edson Teles, que possui certificações em Gestão de Projetos pela FGV, Certfied Scrum Product Owner - CSPO pela Scrum Alliance, e ITIL V3 Foundation pela RNP.

Conforme o profissional, o trabalho não está mais vinculado apenas ao lugar físico da empresa, mas ao valor, tempo e atenção à organização. Teles alerta que construir conexão humana é mais crucial do que nunca, e a ideia das inovações é oferecer flexibilidade no trabalho permitindo o melhor gerenciamento de tempo, fortalecimento da participação e igualdade de colaboração, ou seja, a capacidade de todos contribuírem um trabalho independentemente do local.

“Esse movimento é resultado da tão temida pandemia, que de certo modo acelerou o processo de implementação geral do trabalho remoto, que já era esperado só que em um futuro próximo. Esse prognóstico de certo modo assusta o mercado atual e anima novos empreendedores”, relata Edson Teles que possui cursos de Gerenciamento de Riscos, Gerenciamento de Pessoas e Liderança, Os Pilares e Conceitos do Marketing e Comunicação Institucional, Gerenciamento Estratégico e BPM - Business Process Management.

Muitas mudanças foram feitas em torno da digitalização, diz Teles, entre elas foram: viagens, congressos ou reuniões de trabalho que passaram a ser realizadas por chamadas de vídeos, as casas tornaram-se mais tecnológicas e adaptadas ao trabalho diário e a produtividade não depende mais da cobrança de um chefe presencial, agora é por meio de plataformas que ajudam a medir resultados. De acordo com Teles, ganhador do Prêmio Inovador do Ano em 2013 em duas categorias: Projetos de Soluções de Portal e Oracle SOA (Arquitetura Orientada a Serviços), palestrante e empreendedor em Tecnologia e Marketing Digital, as empresas de todos os ramos que não investirem em pelo menos 10% em novas tecnologias irão desaparecer e serão substituídas por outras mais novas e inovadoras.

Segundo McKinsey, empresa de consultoria empresarial americana, pelo menos 88% das organizações avaliam que o pós-pandemia trará mudanças significativas nas estruturas de trabalho, dentre as quais, além do aspecto remoto, estão a ampliação de modelos de gestão por projetos, a remuneração mais variável e cada vez menor a relação rígida de hierarquia, provocando a migração para um conceito mais colaborativo dentro das empresas. 

“Estamos em um renascimento, as pessoas irão repensar seus objetivos pessoais, de trabalho, saúde, dinheiro e espirituais. Grandes oportunidades estão surgindo para satisfazer todos esses requisitos e as mudanças de pensamento. A inovação, a tecnologia, o pensamento natural e lateral são a base da nova realidade e as pessoas estão a tempo de encontrar novos caminhos. Você apenas tem que encontrar as novas rotas pessoais ou comerciais”, finaliza o consultor Edson Teles Victor, que tem experiência com portais liferay (intranet e internet), aplicativos de Colaboração, Desenvolvimento de Sistemas, Integração de Aplicativos, Sistemas de Banco de dados, soluções de dados analíticos, seguros de soluções e dados seguros, soluções multibiométricas (Facial e Digital), gerenciamento de dados e sistemas financeiros.



Website: https://www.linkedin.com/in/edsonteless/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp