12/03/2018 às 09h47min - Atualizada em 12/03/2018 às 09h47min

Ibama cobra R$ 415 mil para emitir licença do Porto Central

Fábio Jordão

O IBAMA vai cobrar cerca de R$ 415 mil do Porto Central, complexo portuário e industrial que será construído em Presidente Kennedy. As informações são da coluna "Victor Hugo", assinada por Leonel Ximenes de A Gazeta.

Serão R$ 294 mil pela taxa de análise ambiental e R$ 121 mil pela taxa de emissão de licença de instalação.   

A licença de instalação é concedida após o projeto executivo ser aprovado com todos os requisitos atendidos,  incluindo as medidas de controles ambientais e demais condicionantes. É anterior à licença de operação, última fase do licenciamento.     

Com a licença de instalação, o empreendimento que reúne o Porto de Roterdã e a TPK Logística está autorizado a iniciar as obras na cidade do Sul do Estado. O complexo industrial-portuário privado de águas profundas vai fornecer infraestrutura para instalação de vários terminais portuários, gerando na fase de construção cerca de 4,7 mil empregos diretos e outros 2 mil na operação, prevista para começar 2022. Os investimentos previstos na primeira fase da obra giram em torno de R$ 3,5 bilhões.

Com autorização do IBAMA, o início das obras do terminal está prevista para 2019. 

Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp