16/04/2015 às 15h06min - Atualizada em 16/04/2015 às 15h06min

Travesti é espancada até a morte após fazer programa em terreno na Serra

Folha Vitória
O crime está sendo investigado pela DHPP (Foto:TV Vitória)

Uma travesti foi assassinada na noite da última quarta-feira (15), durante um programa, no bairro Jardim Limoeiro, na Serra. Edmar Pinheiro, de 47 anos, mais conhecido como Bruna, foi espancada até a morte. A suspeita é de que a vítima tenha sido assassinada por dois clientes.

De acordo com a família, a travesti era usuária de drogas e fazia programa para sustentar o vício. Ela foi vista em casa pela última vez no sábado (11). 

Bruna costumava aguardar por clientes próximo a um ponto de ônibus às margens da BR-101. Na noite de quarta-feira (15), dois homens se aproximaram e combinaram o programa. Como de costume, a vítima teria levado os clientes para dentro de um terreno.

Depois do programa, Bruna foi espancada até a morte. Segundo os investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a travesti foi agredida com tanta brutalidade que não foi possível identificar o tipo de arma ou objeto que teria sido utilizado para cometer o crime.

No terreno, além das roupas da vítima, haviam vários preservativos espalhados. Moradores contaram que o local é constantemente utilizado por garotas de programa. Um vendedor, que preferiu não ser identificado, classificou o local como um motel a céu aberto. Segundo ele, os programas são realizados a qualquer hora do dia.

Os autores do crime ainda não foram identificados.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp