22/06/2020 às 18h46min - Atualizada em 23/06/2020 às 00h06min

Quando a pandemia abre portas para o empreendedor

Crise pode trazer excelentes oportunidades de negócios. Foi isso que o Luiz pensou quando inventou o Tapete Antivírus, um produto feito para higienizar os pés das pessoas antes que elas entrem em casa ou na empresa. A ideia tem dado muito certo e a empresa tem excedido as expectativas através de vendas online.

DINO
https://tapeteantivirus.com.br

O avanço da pandemia de covid-19 despertou preocupações na saúde, nos empregos e nos negócios. Em meio a uma crise sem precedentes, uma vocação do brasileiro nunca esteve tão em alta: o empreendedorismo.

Este ano, o país deve atingir uma marca histórica, com 25% da população adulta envolvida na abertura de um novo negócio - em 2019, a taxa de empreendedorismo no Brasil estava em 23,3%. O patamar consta da pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor), que aponta aumento do número de empreendedores, especialmente em fases de recessão econômica.

Quem se aventura no empreendedorismo é, geralmente, movido por necessidade ou oportunidade, mas existem outros aspectos, como a chance de fazer a diferença e a possibilidade de tocar um negócio familiar tradicional.

Foi a partir de um misto de oportunidade e necessidade que o representante comercial Luiz Augusto Alves Antonio decidiu empreender na quarentena, ao criar o Tapete AntiVírus. O produto nasceu de uma demanda até então inexistente: a de desinfetar solas de calçados, eliminando o vírus, para entrar em casa e em qualquer estabelecimento comercial.

"Percebi que as pessoas estavam fazendo adaptações, usando uma bandeja de plástico e um pano com água sanitária para limpar os sapatos", conta. O problema é que esse improviso não mata o vírus. "A água sanitária, ou qualquer outra solução sanitizante, perde o efeito quando exposta à luz solar ou artificial."

Foi assim que ele decidiu desenvolver o produto, que conta com uma manta que protege a solução da luz e prolonga a ação sanitizante. Funciona assim: com o tapete na área externa, basta adicionar um produto desinfetante, pressionar os sapatos sobre a manta para a higienização completa e entrar nos ambientes com segurança. A empresa já entrou com o pedido de depósito de patente da tecnologia, que garante a proteção da propriedade intelectual.

O processo de desenvolvimento do Tapete AntiVírus impôs obstáculos ao empreendedor, que tirou a ideia do papel em tempo recorde: 25 dias. "O maior desafio foi produzi-lo durante a pandemia, com fábricas e fornecedores fechados."

Desde então, o produto foi adotado como parte das ações de higiene e prevenção ao novo coronavírus em grandes e pequenas empresas, no setor de serviços, comércio e indústria, além de condomínios e casas.

A preparação para o uso é bem simples: é só usar quaternário de amônio ou uma mistura de água com água sanitária e despejar na base do tapete e sobre a manta.

O empresário acredita que as mudanças nos hábitos de higiene, trazidas com o vírus, vão permanecer após o fim da pandemia. "O tapete será uma barreira de proteção permanente, e uma solução simples e eficiente para ter em casas, comércios, clínicas e hospitais."

Sobre o Tapete AntiVírus
O Tapete AntiVírus é um produto de controle sanitário para evitar o transporte do novo coronavírus aos ambientes pelas solas dos sapatos. É indicado para qualquer local onde há circulação de pessoas, como residências, condomínios, hospitais, supermercados, academias, comércios em geral e prédios públicos.

Para usar, basta adicionar uma solução sanitizante no tapete e colocá-lo na porta de entrada para a limpeza dos calçados e eliminação do vírus.

O produto é lavável, de alta durabilidade e de fácil manutenção. Os tapetes têm módulos autoencaixáveis, permitindo a cobertura de áreas maiores.



Website: https://tapeteantivirus.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp