29/10/2019 às 13h17min - Atualizada em 29/10/2019 às 13h17min

Tetraplégico alugava casa e pagava até advogado para traficantes no ES

Ciro Batista de Oliveira foi preso na última semana suspeito de comandar o tráfico em Santa Maria de Jetibá. De dentro de casa, deitado na cama, ele dava instruções, encomendava drogas e pagava transporte e aluguel para traficantes

Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Apontado pela polícia como o grande responsável pelo tráfico de drogas em Santa Maria de Jetibá, Ciro Batista de Oliveira, o Siri, alugava casas e até pagava advogados para defender traficantes presos na região. Ele foi preso na última semana, dentro de casa, em Cariacica, de onde fazia todo o gerenciamento.

O caso chamou atenção da polícia. Tetraplégico desde 2014, quando foi vítima de uma tentativa de homicídio, Siri conseguia coordenar todo o tráfico de Santa Maria de Jetibá por telefone, deitado na cama. Ele encomendava drogas, aliciava pessoas e pagava transporte para que elas saíssem da Grande Vitória até a região Serrana. Em época de festas, ele chegava a alugar casas para os traficantes.

Segundo Lucindo, Siri está ligado a prisão de pelo menos 35 pessoas em Santa Maria de Jetibá no último ano. Todas elas comercializavam drogas que teriam sido enviadas por ele para o município. Ainda, segundo a polícia, Siri pagava advogados para os suspeitos que eram presos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp