21/10/2019 às 08h55min - Atualizada em 21/10/2019 às 08h55min

Concreto cai de varanda e atinge bebê no colo do pai, em Guarapari

Menina de 2 anos teve que passar por cirurgia na cabeça e está internada em estado grave, segundo a família. A Defesa Civil interditou o local

Gazeta Online

Um pedaço do concreto da varanda de um edifício na Praia do Morro, em Guarapari, se soltou da estrutura na noite deste sábado (19), e atingiu em cheio a cabeça de uma criança de 2 anos e 8 meses que passava pela calçada no colo do pai. A menina estava em um grupo de oito pessoas da família, todas turistas de Minas Gerais. Uma tia e o pai dela também tiveram ferimentos leves por conta da queda do concreto.

A criança foi socorrida pelo Samu para o Hospital São Franscisco de Assis, também na Praia do Morro, e depois transferida para o pronto socorro do Hospital Infantil, anexo ao Hospital da Polícia Militar, em Vitória. Segundo a avó da menina, que pediu para não ser identificada, ela teve uma parte do crânio esmagada e passou por cirurgia. Ela continua internada em estado grave, sedada, e não tem previsão de alta.

A avó contou ainda que os pais da menina estão muito abalados. Os médicos ainda não descartam que ela possa ter sequelas. A família é de Pirapora, Minas Gerais, está hospedada em um hotel em Vitória, e sendo assistida pelo condomínio do prédio onde ocorreu o acidente. Era a primeira vez que a família visitava Guarapari.

De acordo com o gerente da Defesa Civil municipal de Guarapari, Oldair Rossi, o edifício Cláudia, onde ocorreu o fato, teve a fachada interditada. O Corpo de Bombeiros já fez perícia, laudo fotográfico e registrou a ocorrência. "O prédio é antigo. O concreto soltou, bateu no alumínio do parapeito, quebrou vidros e caiu no chão. Agora, só está liberado o acesso para duas garagens. Pedimos um laudo de um engenheiro de estruturas, para não vir a ocorrer outra tragedia essa", explicou. Ele acrescentou que os moradores do aparatamento deixaram o imóvel, e estão hospedados em uma casa próxima dali. 


 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp