22/02/2015 às 20h21min - Atualizada em 22/02/2015 às 20h21min

Incêndio atinge área de turfa em Areinha

Área atingida pelo fogo subterrâneo é equivalente a 10 campos de futebol. Fumaça do incêndio incomoda moradores da região.

G1

Um incêndio em uma área de turfa atinge a comunidade de Areinha, zona rural de Presidente Kennedy, no Litoral Sul do Espírito Santo, há mais de oito dias. A fumaça que sai do local incomoda moradores da região. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local, mas não conseguiram conter o foco. A turfa é formada pela decomposição de vegetais acumulados em terrenos alagadiços.

A área atingida pelo fogo subterrâneo é equivalente a dez campos de futebol, mas pode aumentar, de acordo com o sargento Chamasquini, do Corpo de Bombeiros. “Para apagar a chama, o solo precisa ser encharcado. No sábado uma equipe esteve no local e foi feita avaliação, fizemos valetas e enchemos de água para evitar que a área atingida aumente ainda mais. Esse incêndio pode ser criminoso ou então pela seca”, disse.

O lavrador Zildo Barreto, 60 anos, mora no local há anos e garante que essa é a segunda vez que o incêndio atinge a área. “Da outra vez foi difícil apagar, até máquinas usaram. Desta vez, desde que começou, há alguns dias, outras pessoas tentaram apagar, mas não conseguiram. A fumaça estava vindo para dentro de casa e incomodando muito”, contou.

Grande Vitória
Um incêndio em uma área de turfa atinge a região do Mestre Álvaro, na Serra, há mais de 15 dias. Mais de 700 mil metros quadrados já foram destruídos.

Outros incêndios
Por dia, as equipes do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros atende uma média de 15 chamados e incêndio em vegetação. O sargento Chamasquini garante que a maioria dos casos é por causa do tempo seco. “Nós temos três viaturas e geralmente duas sempre estão a serviço em algum local, uma fica no posto base, caso ocorra alguma emergência. É importante alertar a população que evite queimadas nesse tempo seco, pois qualquer fagulha pode se transformar em um incêndio de grandes proporções”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp