18/02/2015 às 07h24min - Atualizada em 18/02/2015 às 07h24min

De norte a sul, pastor pretende atravessar o Espírito Santo correndo

Especialista em maratonas e 10º melhor corredor do Brasil, Carlos Eduardo Conceição Correia quer ir ao extremo do corpo e do Estado

Gazeta Online

Um desafio e tanto move os pés, cabeça e orações do melhor corredor capixaba no ranking do Circuito Caixa, o pastor de Viana, Carlos Eduardo Conceição Correa. Especialista em maratonas, agora ele quer ir ao extremo do corpo e do Estado.

Aos 35 anos, Carlos, que tem 18 maratonas no currículo, agora vai correr de uma ponta a outra do Espírito Santo. Vai sair de Pedro Canário, divisa com a Bahia e descer até Presidente Kennedy, divisa com o estado do Rio de Janeiro, onde finaliza os mais de 500 quilômetros de estrada.

“Fazer este percurso é um grande sonho meu. Ninguém nunca fez isso aqui no Espírito Santo. A ideia é sair dia nove de março e finalizar no dia 18. Serão, em média, 60 quilômetros por dia. Não sei como vai ser no decorrer dos dias, se precisarei aumentar o tempo de estrada, mas só quero chegar”, conta.

Apesar de ter como seu ponto forte a maratona, prova de 42 km, Carlos Eduardo, que fez sua estreia nos 60 quilômetros na última quarta, em um treinamento, prevê um caminho das pedras pela frente.

“Nunca corri tantos quilômetros assim no mesmo dia, mas vou tentar me superar. Sei que até lá pelo terceiro dia eu consigo bem, depois disso a perna deve pesar. Mas tenho fé que vou vencer essa batalha”, avalia o corredor.
 
Com cultos em Cariacica, o pastor da igreja Evangelho Quadrangular Vista Dourada concilia as obrigações espirituais com os treinamentos e viagens pelo Brasil para as competições. Durante as provas, ele tira forças das orações e reflexões.

“Enquanto estou correndo reflito muito, do passado e futuro. E minha vida toda é uma oração. Vivo em sintonia com Deus e isso ajuda muito a conseguir chegar ao destino final. Procuro passar também para os meus fiéis a importância do esporte. Quero ser um instrumento de auxílio da palavra de Deus e de levar o esporte às pessoas, que serve como um instrumento de descontaminação”, explica.  
 
Décimo melhor corredor do Brasil
Os resultados nas diversas corridas que participou no ano passado fizeram o pastor Carlos Eduardo estar entre os dez melhores corredores do Circuito Caixa. Todos os classificados recebem uma bolsa por conta do desempenho no ano anterior. 

“Como fiquei no décimo lugar, recebo uma gratificação de R$500,00, que é dada para os as pessoas que ficaram da sexta a décima colocação. Mas ainda é preciso mais dinheiro para as diversas provas que me inscrevo”, esclarece o pastor.

Apesar de ser o melhor capixaba do Circuito, Carlos ainda é uma figura pouco vista nas corridas sediadas no Espírito Santo. Mas ele explica o porquê.

“O fato de eu competir muito fora daqui, acaba me impedindo de participar das corridas do Estado. Muitas vezes as provas caem no mesmo dia e ai eu tenho que optar. Acabo escolhendo em ir para fora e pontuar racionalmente”, explica.

 

O DESAFIO DE CARLOS EDUARDO

- Ele pretende correr de Pedro Canário, divisa com a Bahia, até Presidente Kennedy, divisa com o Rio de Janeiro, no Sul do Estado.

- Ao todo, são mais de 500km de distância.

- Carlos planeja correr cerca de 60km por dia.

- O desafio começa dia 9 de março e deverá terminar dia 18 de março.

- Aos 35 anos, Carlos é um maratonista experiente: são 18 maratonas no currículo 

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp