12/12/2018 às 11h59min - Atualizada em 12/12/2018 às 11h59min

Soldados das duas Coreias cruzam pacificamente fronteira para verificar fechamento de postos militares

Fechamento dos postos de fronteira faz parte das negociações de paz na Península Coreana.

G1

 

Soldados da Coreia do Sul e da Coreia do Norte cruzaram pacificamente a fronteira entre os dois países pela primeira vez nesta quarta-feira (30) para verificar o fechamento dos postos na divisa entre os dois territórios.

A eliminação de 20 postos ao longo da fronteira – uma área muito vigiada – foi um dos pontos estabelecidos entre o presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong Un na reunião de cúpula de setembro em Pyongyang, como parte do processo de reconciliação da península.

Em novembro, a Coreia do Norte demoliu 10 postos, enquanto o Sul derrubou os 10 pontos presentes em seu território. Minas terrestres também foram retiradas do local em outubro.

O ministério da Defesa sul-coreano informou nesta quarta-feira que inspetores do país visitaram o Norte para comprovar o desmantelamento e o desarmamento dos postos e verificar se todas as armas e tropas foram retiradas.

 

"Esta é a primeira vez desde a divisão em que soldados do Norte e do Sul atravessam pacificamente a linha de demarcação militar", afirmou o ministério em um comunicado.

 

Apesar do nome, a área ao redor da Zona Desmilitarizada (DMZ) é um dos locais mais vigiados do planeta, repleto de minas e alambrados.

Com o acordo entre os dois países para reduzir a tensão, as Coreias desmilitarizaram a localidade de Panmunjom, na fronteira, que agora deve ser controlada por 35 pessoas de cada país, sem armas.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp