15/01/2015 às 00h22min - Atualizada em 15/01/2015 às 00h22min

Polícia Militar promete reforço na divisa do ES com o RJ

Por André Jordão

Parte da cúpula da Polícia Militar esteve reunida ontem(14) pela manhã com a prefeita Amanda Quinta Rangel em Presidente Kennedy.

Em pauta a reativação do posto fiscal "Hugo Talon", na divisa dos estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, localizado próximo a Praia das Neves, e ainda o aumento no policiamento.

A preocupação se dá, devido as especulações econômicas que giram em torno da cidade, que podem trazer desenvolvimento, mas também problemas.

Os responsáveis garantiram a ativação do posto fiscal ainda este ano com policiamento efetivo no local.

A divisa entre os estados é um local de fácil acesso e deserto. Por ali, sem policiamento, os bandidos que cometem crimes no Estado se evadem.

Estiveram presentes ainda na reunião o comandante do DPM de Presidente Kennedy, Sargento Luíz Araújo, o delegado da cidade, Daniel Correia, e o secretário municipal de segurança, José Faustino Agrizzi.

O prédio

O prédio do posto fiscal "Hugo Talon", pertence ao IDAF(Instituto de Defesa Agrária e Florestal do Espirito Santo).

Em nota a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) esclarece que o desenvolvimento de modernas tecnologias de gestão tributária e combate à sonegação, como a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), e a adoção de fiscalização volante tornaram desnecessária a fiscalização em postos físicos, que era apenas uma das formas de atuação da Receita Estadual na fiscalização do transporte de mercadorias, e não a única. Todos os postos da Receita Estadual foram fechados até o final de 2009.  Depois da desativação do posto em questão, o local foi utilizado por outros órgãos e atualmente a Sefaz providencia sua devolução para a Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) para que o imóvel possa vir a ser utilizado por outra instituição pública.

no Sul do Estado, o Idaf conta com barreiras sanitárias nos municípios de Mimoso do Sul, Bom Jesus do Norte e Iúna. A responsabilidade é pela inspeção de cargas (em trânsito) de vegetais (frutos e mudas), florestais (madeiras, toras, lenhas) e animais (aves, bovinos, equídeos, entre outros), seus produtos (carne, leite, pescado, mel, ovos) e subprodutos (couro, cama-de-frango etc.).


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp