16/12/2014 às 17h00min - Atualizada em 16/12/2014 às 17h00min

Michel Temer defende Graça Foster no caso Petrobras

Para o vice-presidente Michel Temer, as conclusões da CPMI não influenciam as decisões do Ministério Público, o Executivo e tampouco o Judiciário

Folha Vitória

O vice-presidente da República, Michel Temer, defendeu hoje (16) a presidenta da Petrobras, Graça Foster, em relação às denúncias de corrupção na empresa. Ele ressaltou que não existem acusações formais contra ela.

"Seja qual for a medida a ser tomada, não há nada envolvendo os critérios pessoais, a conduta, a lisura da presidenta Graça Foster", disse Temer. Ele também comentou o relatório final da comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI), apresentado na semana passada pelo deputado Marco Maia (PT-RS). "O Ministério Público já está tomando todas as providências e a Polícia Federal está fazendo as investigações que deve fazer.”

Para o vice-presidente, as conclusões da CPMI não influenciam as decisões do Ministério Público, o Executivo e tampouco o Judiciário.

Presidente nacional do PMDB, Temer participou nesta manhã de encontro em um hotel na zona sul do Rio de Janeiro, com  peemedebistas, para discutir propostas de reforma política no país.

O vice-presidente chamou de transitória a crise na Petrobras, com a queda das ações e de investimentos. "É natural que, em face dos noticiários e questões envolvidas, haja eventuais perturbações econômicas na Petrobras", destacou.

Michel Temer disse ter “absoluta convicção de que, superado este momento inicial”, a empresa voltará ao tamanho que sempre teve.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp