18/04/2016 às 17h43min - Atualizada em 18/04/2016 às 18h43min

“Esse governo não foi legitimado pela maioria dos capixabas”, diz Evair na votação do Impeachment de Dilma

Assessoria

Com os votos favoráveis de 367 deputados, 137 contrários e 7 abstenções, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesse domingo (17), o relatório pró-impeachment e autorizou o Senado Federal a julgar a presidente da República, Dilma Rousseff, por crime de responsabilidade.

Um dos votos favoráveis foi do deputado federal Evair de Melo (PV/ES), que defendeu seu posicionamento em nome dos agricultores e do cooperativismo. “Precisamos urgentemente fortalecer a pesquisa agropecuária e fomentar a ciência e a tecnologia. Nossa agricultura, e também a indústria e o comércio, vivem um triste momento, e a solução é a retomada da governabilidade e do crescimento econômico”.

Evair criticou a falta de gestão do Governo Federal em obras importantes no Espírito Santo como rodovias, portos e aeroportos.“Estamos abandonados com centenas de obras em ritmo lento, que poderiam alavancar diversos setores da economia capixaba. Nosso próximo passo é intensificar o trabalho na comissão que fiscaliza essas obras, no sentido de garantir conclusão e dar respostas aos contribuintes.”

Agora, o parecer que recomenda a investigação contra a presidente Dilma segue para o Senado Federal. Lá, será constituída uma comissão especial para decidir se convalida, ou não, o pedido de abertura de investigação. Se for aprovado por 41 senadores, a presidente será afastada do cargo e julgada pelo Senado. Uma eventual condenação, que depende do aval de 2/3 da Casa (54 senadores), tira Dilma do cargo e a torna inelegível por oito anos.

“Esse governo não foi legitimado pela maioria dos capixabas. Os 54 milhões de votos que elegeram a presidente não a autorizam a massacrar nosso país com práticas contra a justiça, a política e a economia. Estou convicto que cumpri minha missão na comissão que analisou o pedido de impeachment e com meu voto favorável ao seu afastamento, que não traz nenhum sentimento de vingança, mas sim, de esperança e transformação de vida dos brasileiros”, destacou Evair de Melo.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp