02/08/2021 às 15h23min - Atualizada em 03/08/2021 às 00h20min

Certificação PMP traz benefícios para gerentes de projetos

Estrutura do exame passou por mudanças a partir de janeiro de 2021

DINO
https://clarify.com.br/

De acordo com análise do PMI, o potencial para gerentes de projeto pelo mundo é enorme. A certificação PMP é a credencial profissional para o gerenciamento de projetos, sendo o padrão-ouro. A certificação PMP tem como função validar a competência para que a função de gestor de projetos seja desempenhada, podendo, assim, executar a liderança e direção de projetos.

A certificação PMP tem reconhecimento mundial. De acordo com a décima edição da pesquisa salarial do site pmsurvey.org, os gerentes de projetos que possuem certificação apontam, em média, uma remuneração 23% superior àqueles que não a possuem.

Certificação PMP oferece possibilidades

A certificação PMP, além de influenciar positivamente na remuneração dos profissionais, oferece outras possibilidades que atingem o dia a dia dos gestores. A certificação propicia um maior desenvolvimento profissional, levando em consideração que a gestão de projetos é naturalmente multidisciplinar, fazendo com que o especialista, além de ter habilidades com números, também seja capaz de resolver conflitos, gerir pessoas e ser líder, aspectos permitidos pela certificação.

Além disso, com a certificação, o profissional também é capaz de atuar em outras áreas, uma vez que o gerenciamento de projetos possibilita a aplicação em projetos de naturezas diversas. Outro ponto importante a ser ressaltado sobre a certificação é a conexão com a comunidade internacional, já que gerentes ao longo do globo compartilham experiências bem-sucedidas em workshops e congressos, por exemplo. Países como Noruega e Canadá possuem interesse em profissionais do Brasil, fazendo com que a certificação seja um grande destaque no diferencial competitivo.

Experiência e conhecimento na área são pré-requisitos para a certificação

Para conseguir a certificação, o profissional deve possuir conhecimento e experiência em gerenciamento de projetos. Há duas categorias que se fazem como pré-requisitos: os profissionais com graduação (4.500 horas de experiência em projetos) e profissionais que possuem o segundo grau completo (7.500 horas de experiência em projetos). Tal experiência é relatada em termos dos projetos em que o profissional atuou, ao longo do cadastro no PMI. Em ambas as categorias, são exigidas 35 horas de educação na área de gerenciamento de projetos. Cursos preparatórios para a certificação já suprem esse requisito.

Sobre o exame em si, a partir de janeiro de 2021, a estrutura passou a seguir novos critérios em relação à classificação e percentuais de distribuição das questões. Pessoas (42%), são questões ligadas à liderança em projetos; Processos (50%), são questões sobre pontos técnicos da gestão do projeto; Negócios (8%), com questões sobre ligação entre projetos e estratégia da organização. Outro ponto importante é que, aproximadamente, 50% das questões têm ligação com métodos ágeis e abordagens híbridas.



Website: https://clarify.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp