23/07/2021 às 14h54min - Atualizada em 23/07/2021 às 15h20min

Crescem as vendas de imóveis por meio do consórcio em 2021

Modalidade oferece aos consorciados condições para realizar o sonho de comprar, construir ou reformar um imóvel.

DINO

A pandemia e a necessidade de isolamento fizeram com que os lares ganhassem uma importância ainda maior para as famílias. Nos últimos meses, muitas pessoas trocaram de residência ou realizaram pequenas reformas para deixar o ambiente ainda mais aconchegante. Só em 2020, a venda de imóveis cresceu 26,1%, de acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Além disso, a expectativa é que em 2021 a alta seja ainda maior.

Os números positivos do mercado imobiliário animam o setor de consórcios de imóveis. Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), nos primeiros cinco meses de 2021 a modalidade vem apresentando crescimento nas vendas, em relação a 2020. Acompanhando esse movimento, de janeiro a maio deste ano o Consórcio Nacional Bancorbrás comercializou 19% mais cotas de consórcio de imóveis, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

José Climério Silva Souza, Diretor Executivo do Consórcio Nacional Bancorbrás, comenta que a modalidade oferece para os consorciados as melhores condições para realizar o sonho de comprar, construir ou reformar um imóvel. "A utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e da restituição do Imposto de Renda para ofertar lances, complementar o valor da carta de crédito e até quitar as parcelas em aberto são fatores que incentivam os clientes a adquirirem um consórcio", afirma.

Como funciona o consórcio?

O consórcio é a união de pessoas, físicas ou jurídicas, que formam uma poupança comum, destinada à aquisição de bens móveis, bens imóveis e serviços, por meio de um autofinanciamento. Reunidos em um grupo, os consorciados passam a contribuir, por prazo determinado, com uma parcela destinada à formação de um fundo comum. O papel da Administradora é comercializar as cotas para as pessoas interessadas no plano, realizar assembleias mensais, entregar os bens, fazer a gestão dos pagamentos, realizar a cobrança dos cotistas inadimplentes, entre outros serviços. Para isso, ela é remunerada por meio de uma taxa de administração, visando fazer face aos seus custos operacionais.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp