17/12/2015 às 08h06min - Atualizada em 17/12/2015 às 08h06min

Alunos da Banda são aprovados em 1ª fase da Fames

Coordenadoria de Comunicação - PMPK

Mais dois jovens componentes da Banda Musical de Presidente kennedy foram aprovados na primeira fase do Curso de Formação Musical da Faculdade de Música do Espírito Santo – Fames. 
 

João Vítor Santos Cândido, de 17 anos, que toca trompete, e Yuri da Penha Santos, de 16, que toca tuba, são moradores de Boa Esperança e participam da Banda Musical desde 2014, mas se aprofundaram mais nos estudos esse ano, informa o professor Lucas Pereira de Oliveira.
 

“Esses meninos são jovens talentos que sempre tiveram interesse e se dedicaram às aulas com muito afinco. Nos últimos três meses se prepararam para a prova prática, em que já foram aprovados, e para a teórica, em que aguardam o resultado”.

Yuri afirma que passar pela Banda não o ensinou apenas sobre música. “Aprendi também para a vida. Já sonho em ir além e fazer o Bacharelado na Fames. E a oportunidade nas aulas de música abriu as portas para todas essas possibilidades”.

Já João Vítor destaca que aprendeu coisas novas e fez muitos amigos. “Minha vida mudou muito por causa da música. Eu acredito que a música muda a vida de qualquer um”.

E o jovem, que estuda e ensaia junto com o primo Yuri, também tem muitos sonhos, e todos passam pela formação musical. “ Quero ser músico, maestro e quem sabe voltar para dar aulas na minha cidade”.

Banda Marcial

A Banda Musical é mais uma oportunidade de musicalização que a Prefeitura oferece aos alunos das escolas municipais, que têm contato com o violino, viola, clarinete, sax alto, sax tenor e flauta doce. Eles levam os instrumentos para treinar em casa, para que possam estudar nas horas livres.
 

“Temos muitos talentos nesse grupo e já estamos formando a Orquestra Sinfônica Municipal de Presidente Kennedy, que se apresentará pela primeira vez no dia 23 de dezembro, na programação de Natal”.

Lucas enfatiza que a Banda é o primeiro passo na capacitação desses meninos, que podem viver profissionalmente da música, e que esse é um mercado em expansão.

“ Estamos apenas direcionando esses talentos para que aproveitem esse espaço no mercado. Poderão com certeza, alçar novos voos e no futuro fazerem o Bacharelado em Música ou a Licenciatura”.

Lucas informa que o curso que disputam com alunos de todo o Estado, e também de fora dele, dura quatro anos e é um passo importante para continuarem se especializando.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp