03/12/2014 às 11h00min - Atualizada em 03/12/2014 às 11h00min

Verão deve ser o mais quente dos últimos anos, afirma Incaper

Tendência é que o Espírito Santo, assim como o resto do país, enfrente o temperaturas mais quentes que o normal e até quebra de recordes

Gazeta Online

O capixaba pode esperar, nos próximos meses, pelo verão mais quente dos últimos anos. Segundo os meteorologistas do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a tendência é que o Espírito Santo, assim como o restante do Brasil, enfrente temperaturas mais quentes que o normal e até quebra de recordes.
 
“Para o verão, tudo aponta para termos dias com temperaturas acima de 34ºC na sombra e sensação térmica acima dos 40ºC”, afirma o meteorologista Ivaniel Maia. Dessa forma, é muito provável que os 39,4ºC registrados em Cachoeiro de Itapemirim – a maior aferida no Estado em 2014 – sejam superados em mais de uma cidade neste verão.

De acordo com Maia, os motivos do calor intenso registrado este ano vão desde questões naturais (como oscilações do clima e atividades solares mais intensas) até a influência do homem, como crescimento desenfreado das cidades, queimadas e aumento na emissão de gases poluentes, que intensificam o chamado efeito estufa. “Isso tudo provocou um ano atípico em termos climáticos em 2014 e deve influenciar nesse verão que está chegando”, diz.

O calor não será uma exclusividade do Espírito Santo. Isso porque o mês de setembro foi o mais quente já registrado desde 1880, ano em que os cientistas iniciaram a medição global de temperaturas, segundo informação divulgada pela Agência Espacial Americana (NASA). Com esse cenário, a meteorologia prevê que 2014 seja o ano mais quente do século no resto do mundo. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp