12/02/2021 às 09h13min - Atualizada em 12/02/2021 às 10h20min

Pesquisa aponta banha de porco mais saudável do que óleo de soja

Estudos científicos revelam que banha de porco vence óleo de soja em vários índices e dosagens de colesterol; produtora de banha suína defende retorno saudável à tradição

DINO
http://www.donaangelica.com.br

Uma pesquisa divulgada pela Faculdade União das Américas, do Paraná, demonstra que a ação da banha de porco no organismo humano é mais benéfica do que o uso de óleo de soja.

Desenvolvida a partir de um estudo de caso, a pesquisa “Consumo de óleo de soja e banha de porco nas frações de colesterol” mediu as dosagens de colesterol sérico de duas pessoas. A banha venceu o óleo de soja. “Os resultados demonstram que é interessante o seu consumo”, sentenciam Sonia Bordin e Polyana Niehues, autoras da pesquisa.

“Com o uso do óleo de soja na preparação notaram-se alterações significativas nas frações de colesterol HDL, VLDL e triglicerídeos. Infelizmente, o consumo do óleo de soja promoveu redução de 20,5% da fração de colesterol HDL”, diz a professora Bordin, em seu estudo.

Os nutricionistas consideram o HDL como “colesterol bom”, já que auxilia na saúde cardiovascular. Por sua vez, o LDL é considerado ruim. O “vilão” sobrou na pessoa pesquisada que consumiu óleo de soja.

Os resultados do artigo científico da faculdade do Paraná são comprovados na prática cotidiana do médico Dayan Siebra, especialista em medicina vascular. Ele afirma que a banha de porco foi esquecida após uma muito bem arquitetada campanha publicitária negativa: “Era ela que entupia as artérias e que fazia mal”. Portanto, a banha de porco foi vítima de Fake News quando ainda nem existiam as mídias sociais.

Dayan diz que o novo interesse pelo produto ocorre por conta da campanha entre os adeptos e, claro, muitas evidências científicas: “A banha atinge a temperatura para fritar algo em menos tempo. Economiza até mesmo o gás. Evidentemente que é mais saudável. Entre ela e o óleo vegetal, mil vezes a banha de porco”.

Ele enumera qualidades da banha suína e ressalta que ela traz em sua composição outros nutrientes, como vitaminas do complexo B, C, fósforo e ferro: “É isenta de açúcar, logo boa para diabéticos. E traz baixa quantidade de sódio: boa para hipertensos”.

A pesquisa da Faculdade União das Américas mostrou que o consumo do óleo de soja, na composição corporal da pessoa que ingeriu a substância, “teve efeito negativo, visto que aumentou tanto o peso corporal como a porcentagem de gordura”.

Hábito Saudável

A empresária Maria Angélica Morais, produtora de banha suína em Goiás, diz que o hábito alimentar das pessoas mudou, principalmente, devido ao “tempo corrido das cidades”, mas o correto seria manter o consumo de produtos rurais: “Aumentou a procura da banha suína, principalmente, após a divulgação de novas pesquisas científicas. O resgate da banha é um sinal de que existe nova conscientização sobre qualidade de vida”.

A banha de “Dona Angélica” é produzida na própria fazenda da família e procura seguir a lógica artesanal, mesmo contando com tecnologia de ponta no processo de fabricação. Mantém as tradições de olho na manutenção das características tradicionais que mantêm o alimento saudável.
Maria Angélica diz que aprendeu o ofício com a mãe e pretende passar a “receita” para as novas gerações: “É prazeroso ouvir: ‘dona Angélica, me ensina a cozinhar com banha’. É sempre gente muito interessada em nossos valores e histórias”.

Além dos médicos e cientistas, os consumidores também costumam dar testemunhos quase “milagrosos” da banha de porco. Moradora de Barra de São Francisco, no Espírito Santo, Maria Rita Pereira tem 114 anos. E uma dica sua para viver muito é a combinação de banha de porco e frutas.
Zenilda Jesus, filha de Maria Rita, confirma a “fórmula” da idosa nascida em 15 de janeiro de 1907, em Mutum (MG): “É a dica que ela sempre dá: banha e frutas”.



Website: http://www.donaangelica.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp