06/08/2015 às 20h57min - Atualizada em 06/08/2015 às 20h57min

Em greve, servidores fecham Restaurante Universitário da Ufes

Estimativa é de que cerca de 4,5 mil refeições deixem de ser servidas. Ação surpresa faz parte do movimento grevista dos servidores

Gazeta Online

 

A greve dos servidores federais atingiu o funcionamento do Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O estabelecimento amanheceu fechado nesta quinta-feira (6).
 
De acordo com a assessoria de comunicação da instituição, cerca de 4,5 mil refeições deixarão de ser servidas, somente nesta quinta, nos campi Goiabeiras e Maruípe, ambos em Vitória. A greve começou no dia 28 de maio. Desde então, diversos setores da Ufes vêm funcionando de forma parcial.

A paralisação foi uma ação surpresa dos servidores grevistas. "São vários atos surpresa. Hoje, escolhemos o RU. Não é porque nós queremos parar o RU. Amanhã pode ser um outro setor e assim vai acontecendo", Rogério Fraga, integrante do comando de greve.

Em dois meses de movimento, os servidores chegaram até a ocupar a reitoria. Eles pedem um reajuste salarial de 27%.
Em nota, a Administração Central da Ufes lamentou a ação do Sindicato dos Trabalhadores da Ufes. Segundo a instituição, o movimento vai provocar a suspensão do fornecimento de 4,5 mil refeições para estudantes e servidores da instituição.
 
A Ufes destacou ainda que todos os pontos de pauta apresentados pelo comando de greve estão sendo negociados pela Reitoria, que vem se reunindo periodicamente com o movimento.
 
Na quarta-feira (5), a Reitoria atendeu à principal reivindicação dos servidores em greve, que trata do lançamento do código Greve 2015 nos registros de ponto, e não Falta por Greve, como vinha sendo registrado anteriormente. Essa medida se refere não apenas ao movimento atual, mas também à greve realizada pelos servidores em 2014.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp