04/08/2020 às 09h30min - Atualizada em 04/08/2020 às 09h30min

Prodígio kennedense, joia do Fluminense, Sonny Anderson treina com o pai em Jaqueira durante a quarentena

Joia da base do Fluminense

Da Redação
Sonny Anderson tem nome de craque e apenas 11 anos de idade. Mas o meia do Fluminense já é tratado como um dos atletas mais promissores das categorias de base do clube. Prova disso é que, antes de ser incorporado ao Tricolor, ele foi disputado por outros grandes times do futebol brasileiro.

“O Sonny treinava na escolinha do Fluminense em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, mas foi aprovado em avaliações no Flamengo em 2017, e no Corinthians e no Santos em 2018. O Fluminense soube e veio conversar com a gente, apresentando um projeto de longo prazo para ele. Acredito que fizemos a escolha certa e estamos muito felizes com o tratamento que meu filho recebe do clube nesses dois anos”, declarou Dodôco Barreto, pai da joia tricolor, que conta com gerenciamento da empresa D.Aquino Sports, com sede em Santos.

TREINOS EM CASA:

Capixaba de Presidente Kennedy, onde nasceu no dia 28 de outubro de 2008, Sonny Anderson de Souza Barreto tem mantido a forma com orientação da família durante o período de paralisação dos treinos de campo em razão da pandemia do covid-19.

“Eu faço um trabalho com bola com ele todos os dias em casa ou em algum campo próximo. Além disso, uma vez por semana a comissão técnica da base do Fluminense promove treino online. O importante é que o Sonny se mantém em atividade e, assim que os treinos forem liberados, ele irá se reapresentar em boa forma”, concluiu Dodôco.




Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp