17/04/2015 às 08h02min - Atualizada em 17/04/2015 às 08h02min

Multa de R$ 8 milhões para Correios por má prestação de serviços no Estado

Folha Vitória
A empresa garante que investiu para melhorar os serviços

O Procon estadual multou os Correios em mais de R$ 8 milhões por má prestação de serviço aos consumidores capixabas. A multa é resultado da insatisfação de centenas de consumidores de todas as regiões do Espírito Santo com o serviço prestado pela empresa e contou com o apoio dos Procons Municipais para a reunião das reclamações.

As reclamações estão relacionadas ao extravio, perda, desvios para residência de pessoas desconhecidas e atrasos na entrega de correspondências e encomendas postadas. A empresa foi notificada para prestar esclarecimentos, mas só se manifestou sobre as acusações após o prazo legalmente previsto e não foi capaz de argumentar e comprovar a excelência dos seus serviços.

O diretor-presidente do Procon Estadual, Ademir Cardoso, diz que os consumidores devem reclamar mais sobre a má prestação dos serviços das empresas para que os órgãos de defesa do consumidor possam atuar.

“Se considerarmos que os Correios prestam serviços para toda a população, o número de registro de reclamações de consumidores nos Procons é apenas uma amostragem de um grave dano coletivo causado pela empresa”, informa.

Em nota, a assessoria dos Correios informou que não procede a informação sobre “má prestação de serviço” por parte dos Correios. Segundo a empresa, diariamente são entregues mais de 700 mil cartas e encomendas em todo o Estado — ou seja, a porcentagem de reclamações é pouco significativa dentro do total.

"Nos últimos 3 anos, os Correios investiram fortemente em infraestrutura e pessoal no Espírito Santo, o que refletiu na melhoria da qualidade operacional. Nesse período, os Correios adquiriram quase 1.000 novos veículos, aumentaram a universalização dos serviços postais para quase 1 milhão de capixabas (hoje 98% da população do Estado é coberta pelo serviço postal) e inauguraram um novo centro logístico. Além disso, 27% dos trabalhadores dos Correios do Espírito Santo foram contratados nos últimos 3 anos", finalizou a nota. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp