16/06/2020 às 17h24min - Atualizada em 17/06/2020 às 00h15min

Mercado Imobiliário de São Paulo em alta no início da pandemia; Rio sente efeitos do isolamento

Indicadores do Registro Imobiliário Mar 2020 - Dados mostram as reações iniciais do mercado imobiliário à pandemia. Relatório analisa as operações de março na cidade do Rio de Janeiro e São Paulo

DINO

Os dados do Registro de Imóveis do Brasil apontaram que em março deste ano, na cidade de São Paulo, houve um aumento de 6% nas operações de compra e venda de imóveis, em comparação com o mês anterior. A despeito das medidas restritivas sobre as atividades imobiliárias por conta da pandemia, foram registradas 10.722 operações, o que representa uma alta de 8,8% em comparação com março de 2019. O balanço do primeiro trimestre fechou com 27.942 operações, ou seja, 6% de alta em relação aos três primeiros meses do ano passado.

A cidade do Rio de Janeiro, por outro lado, começou a sentir os efeitos do isolamento já no mês de março. Foram registradas 3.785 transferências de propriedade imobiliária, queda de 5,8% em relação a fevereiro, mas uma alta de 27,1% em comparação com março do ano passado. Avaliando o primeiro trimestre de 2020, foram 10.469 transferências registradas, alta de 16,2% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

Os Indicadores são disponibilizados mensalmente pelo Registro de Imóveis do Brasil, entidade que congrega associações estaduais que representam 3.297 unidades de registros de imóveis. Os dados são trabalhados de acordo com a metodologia desenvolvida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp