20/07/2016 às 19h27min - Atualizada em 20/07/2016 às 19h27min

Uma disputa de "Quintas" pode marcar Kennedy

Atual prefeita, Amanda deve rivalizar com o tio, o ex-prefeito Reginaldo Quinta, que a antecedeu

Gazera Online
Quinta ressalta que ruptura com Amanda torna acordo político impossível

 

Depois da situação conturbada nas últimas eleições em Presidente Kennedy, no Litoral Sul, quando Reginaldo Quinta (PMDB) teve a candidatura impugnada e indicou a sobrinha Amanda Quinta (PSDB) para sua sucessão, as eleições deste ano prometem trazer o primeiro embate da família nas urnas, visto que ambos romperam relações.

O ex-prefeito admite que o embate nas urnas deve acontecer, uma vez que ele e a atual prefeita são pré-candidatos. Contudo, ele deixa escapar certo quê de mágoa no discurso: “Gostaria de vir até apoiando-a, mas mediante sua atitude do passado, em desprezar a família, não há como. O município precisa de mudança”, afirma Quinta.

Sobre as alianças partidárias e a definição de vice-prefeito, Quinta afirma que a coligação deve ser formada por seis partidos . A convenção do PMDB de Presidente Kennedy acontece no próximo domingo, às 9h, na Câmara Municipal.
 
Entre os tucanos, o posto de vice também é indefinido. Por enquanto, segundo o presidente do diretório municipal tucano, Josélio Altoé, apenas o nome de Amanda é confirmado. A convenção partidária está marcada para o dia 31 – portanto, uma semana após o provável lançamento de Reginaldo Quinta.
 
Quem também quer voltar ao Executivo é o ex-prefeito Aluízio Correa (PR), que em suas duas gestões trouxe como vice Reginaldo Quinta . Mas ele não descarta a possibilidade de lançar mão de sua candidatura para apoiar um dos membros da família Quinta.
“Estamos em negociação. Posso me aliar a um ou a outro caso não saia parceria com outros partidos. Estamos trabalhando para fechar isso”, afirma.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp