31/03/2021 às 09h12min - Atualizada em 31/03/2021 às 10h20min

Tendências de alimentação para o ano de 2021

O ano de 2020 foi marcado por algumas mudanças de comportamento dos consumidores em relação a hábitos alimentares. E a tendência é de que permaneçam em 2021

DINO
http://visualsuper.com.br

A pandemia trouxe mais preocupação com as escolhas alimentares em 2020. Segundo pesquisa realizada no final do ano passado pela Archer Daniels Midland (ADM), a tendência é de que esses novos hábitos permaneçam durante este ano.

Alimentação mais saudável

O estudo da ADM apontou que cerca de 30% dos consumidores têm buscado alimentos e bebidas funcionais que, além da nutrição, promovam também o aumento da imunidade. Entre esses, a metade dá preferência a produtos que contenham ingredientes naturais na sua formulação.

Além de alimentos mais saudáveis, os consumidores também passaram a consumir mais complementos vitamínicos. Para fortalecer o sistema imunológico, aumentou a procura por vitaminas C e D no ano passado, e esse comportamento permanece ainda em 2021.

Aliado à saúde, há também o desejo por produtos que remetam a sabores familiares e lembranças afetivas (comfort food) em momentos estressantes como o atual.

O aumento do consumo de produtos orgânicos, sem glúten e com teor de açúcar reduzido também merece destaque. Conforme levantamento realizado pela Delivery Much, esse tipo de alimento ficou em 8º lugar entre os mais pedidos por deliverys no ano passado.

Experiências personalizadas

Outra nova tendência alimentar é a nutrição personalizada. É o que aponta o relatório anual Top Ten Trends 2021 do Innova Marketing Insights. Segundo a pesquisa, os consumidores desejam uma abordagem personalizada quanto à sua alimentação. Nesse sentido, contam com avanços tecnológicos, constantes lançamentos de produtos e novas experiências sensoriais em relação a alimentos e bebidas.

Preocupação com a sustentabilidade

A pesquisa da ADM aponta que 65% dos entrevistados se preocupam com os impactos do consumo sobre o meio ambiente. Por isso, 32% dos consumidores optam por itens produzidos de forma sustentável no momento das compras.

E não é só no produto em si que essa tendência tem se mostrado forte. Algumas empresas estão investindo em novos tipos de embalagens feitas à base de plantas, como amido de milho e algas marinhas. Tudo isso ajuda na degradação dos resíduos, o que contribui para a redução do volume de lixo nos aterros sanitários.

Aumento do consumo de alimentos à base de plantas

Segundo a ADM, 56% das pessoas têm procurado mais alimentos e bebidas à base de vegetais. Isso impulsionou o consumo de proteínas alternativas, que têm substituído os tradicionais hambúrgueres e, até mesmo, frutos do mar.

Merecem destaque, também, que os queijos veganos e os lanches prontos à base de proteína vegetal vêm da mesma forma tomando espaço entre os consumidores. Além disso, os produtos lácteos alternativos também estão desenvolvendo novas categorias, como iogurtes, sorvetes e manteigas vegetais.

Transparência em relação aos produtos

Essa tendência, que já vinha forte, poderá se consolidar ainda mais em 2021. Com a pandemia, os consumidores passaram a prestar mais atenção não só na higiene, mas também em todos os outros aspectos que envolvem a produção de um item, desde ingredientes até condições de armazenamento.

Além disso, os clientes estão mais exigentes em relação às informações prestadas nos rótulos. Tudo isso ajuda a alavancar a procura por produtos de origem local. Segundo o estudo da ADM, 26% da população mundial procuram o país de origem nos rótulos dos alimentos e bebidas consumidas.

Ainda em relação a alimentos mais limpos, o impacto visual é outro novo comportamento que chama atenção. As pessoas passaram a dar valor também às tonalidades mais frescas, como azul e verde, justamente para dar ao alimento maior sensação de energia e refrescância.

Praticidade e conveniência

Com o aumento da permanência da população em casa, muitos negócios de alimentação investiram mais no delivery ou adotaram completamente o modelo para permanecerem perto do consumidor. Para 2021, a tendência é de que esse formato continue em alta.

Mesmo que a vacinação alcance toda a população neste ano, a expectativa é de que as pessoas demorem a retomar velhos hábitos, entre os quais sair de casa com mais frequência. Isso continuará a dar uma boa sustentação ao modelo delivery.



Website: http://visualsuper.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp