05/09/2015 às 15h18min - Atualizada em 05/09/2015 às 15h18min

Preso suspeito de marcar encontro com publicitário assassinado em Aracruz

Folha Vitória

Um dos suspeitos de terem assassinado o publicitário Rodrigo Moura, encontrado morto no dia 13 de julho, em Aracruz, norte do Estado, foi preso na noite de quinta-feira (03). Carlos Alexandre Scandian, conhecido como "Alemão", de 26 anos, foi detido na localidade de Córrego do Pau Atravessado, zona rural de Sooretama.

A prisão foi feita por policiais da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Aracruz. No momento da ação, Alemão estava com dois revólveres e confessou o crime. O comparsa dele que, segundo a polícia, também tem envolvimento na morte do publicitário, já estava preso.

Segundo o titular da DCCV, delegado Leandro Barbosa Morais, as investigações apontam que Alemão foi quem marcou o encontro com Rodrigo, por meio de um aplicativo de celular. "Ele e o comparsa planejaram o crime com a intenção de roubar o veículo e os objetos pessoais da vítima", disse o delegado.

O outro suspeito, Bruno Barbosa da Silva Cesário, de 20 anos, foi preso há 15 dias, em Vila do Riacho, Aracruz. "Ele confessou ter praticado o crime", afirmou Leandro.

Alemão foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aracruz, onde o comparsa já está preso. 

O crime

 

Rodrigo Moura desapareceu na noite de 8 de julho, após marcar um encontro na localidade de Barra do Riacho, litoral de Aracruz. O carro do publicitário foi encontrado no dia seguinte, em uma plantação de eucalipto no mesmo município. No veículo foram encontradas marcas de sangue.

O último contato do publicitário, que morava em Linhares, foi com amigos, por meio de redes sociais. Na mensagem, Rodrigo fala que estava sem dinheiro para abastecer o veículo.

O corpo da vítima foi encontrado na tarde do dia 13, em uma ribanceira entre as localidades de Barra do Riacho e Vila do Riacho. De acordo com a polícia, o local geralmente é utilizado por criminosos para desovar corpos.

O laudo da perícia constatou que Rodrigo sofreu um corte na altura do pescoço e morreu por conta de uma hemorragia. O documento apontou que o publicitário foi ferido com um objeto perfurocortante.

A polícia informou ainda que o corpo da vítima estava em adiantado estado de decomposição e o rosto dela estava desfigurado. Rodrigo foi encontrado com a mesma roupa que usava no dia em que foi visto pela última vez.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp