01/02/2021 às 09h45min - Atualizada em 01/02/2021 às 10h20min

Medidas preventivas contra a pediculose no verão

O verão, marcado por elevadas temperaturas, é um clima favorável para a maior proliferação de piolhos e lêndeas. Para evitar piolhos e lêndeas no verão, é essencial ficar atento às principais medidas preventivas.

DINO
http://piolholess.com.br/

A incidência de doenças como intoxicação alimentar, desidratação e insolação é muito comum no verão, estação mais quente do ano. Muitas famílias aproveitam o clima ensolarado para realizar atividades ao ar livre, frequentar praias, clubes e piscinas, esquecendo-se, muitas vezes, de hidratar-se e se proteger com filtro solar.

Além da preocupação com o corpo e a pele, também é preciso cuidar dos fios e do couro cabeludo, atentando-se aos sintomas de pediculose.

O que é pediculose?

Pediculose é o termo médico designado para referir-se a infestações causadas por piolhos e lêndeas, pequenos insetos que se alimentam de sangue humano e se reproduzem com muita rapidez.

O parasita é encontrado com maior incidência na cabeça dos seres humanos, podendo acometer crianças e adultos de todas as idades, gêneros e etnias através do contato direto com pessoas infectadas.

Geralmente, as pessoas acometidas apresentam vermelhidão no couro cabeludo, pescoço ou nuca, devido à coceira intensa e a sensação de movimento nos fios causada pelo parasita, além de pequenos pontos esbranquiçados nos cabelos semelhantes à caspa.

A identificação e tratamento imediato é fundamental para evitar novas infestações e o agravamento de quadros existentes.

Por que a pediculose é mais comum no verão?

Calcula-se que durante o ciclo de vida do piolho, que costuma ser cerca de 30 dias, o piolho fêmea coloque de 150 a 300 ovos (lêndeas), segundo matéria divulgada pelo portal FioCruz.

Especialistas do Ministério da Saúde afirmam que as fêmeas preferem se acasalar e depositar seus ovos em ambientes quentes, úmidos e escuros, depositando seus ovos nos fios de cabelo. De acordo com os profissionais da saúde, em informação no portal da Unimed, quanto maior a temperatura, mais acelerado é o desenvolvimento do piolho dentro do ovo.

Dessa forma, o verão, marcado por elevadas temperaturas, é um clima favorável para a maior proliferação de piolhos e lêndeas.

Vale relembrar que a estação coincide com a volta às aulas, motivo este que contribui para que crianças em idade escolar sejam o principal alvo de piolhos e lêndeas.

Piolhos X verão: como proteger fios e couro cabeludo no calor?

Além de atentar-se aos sintomas da pediculose, durante o verão, alguns cuidados são fundamentais para manter os fios e o couro cabeludo protegidos.

1. Higienização dos fios e utilização diária de pente fino:

É essencial realizar a higienização dos fios e utilizar pente fino diariamente. Esse tipo de pente auxilia na detecção e na retirada de piolhos e lêndeas. O pente fino pode ser adquirido em farmácias e no e-commerce da PioLess, empresa especializada em produtos que aliviam os sintomas da pediculose.

2. Evitar o compartilhamento de objetos pessoais:

A principal fonte de transmissão da pediculose é o contato direto entre pessoas infectadas. Portanto, o compartilhamento de objetos de uso pessoal como toucas de banho, pentes, escovas, bonés e tiaras deve ser evitado.

3. Higienização de objetos pessoais e pelúcias: 

Objetos pessoais como roupas, lençóis, pentes e escovas devem ser higienizados diariamente em água fervente por cerca de 10 minutos, caso o material permita. No caso de tiaras e acessórios, é sempre importante desinfetar com álcool logo após seu uso.

Além dos pelos humanos, os piolhos também costumam colocar seus ovos em pelúcias. Por isso, armazená-las em sacolas fechadas por uma semana é fundamental para controlar a infestação.

4. Cabelos longos devem estar sempre presos:

Infestações de pediculose são mais fáceis de serem identificadas em pessoas que possuem cabelos curtos. No entanto, não há a necessidade de cortar os fios caso estes sejam longos. Basta mantê-los presos e higienizar elásticos e demais acessórios utilizados no penteado logo após seu uso.

5. Inspeção diária dos fios:

Revisar a cabeça diariamente é um método extremamente necessário para identificar possíveis casos de pediculose. No caso de crianças em idade escolar, a inspeção deve ser redobrada, principalmente caso algum alerta da doença tenha sido emitido pela escola.

O que fazer em casos de piolhos?

Além de atentar-se aos sintomas da doença e redobrar os cuidados durante o verão, indivíduos que convivam com a pessoa infectada devem ser notificados o quanto antes. Devido ao fato da pediculose ser uma infestação coletiva, especialistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia recomendam que essa notificação e a busca por ajuda profissional sejam feitas o quanto antes para que não haja uma reincidência da doença ao tratar apenas um paciente.

Ajuda profissional da PiolhoLess resolve casos de pediculose em crianças e adultos

Para resolver casos de pediculose de forma profissional, pais, mães e cuidadores podem contar com os serviços da PiolhoLess. Pioneira no mercado brasileiro de tratamento para piolhos e lêndeas, o estabelecimento tem uma proposta inovadora: acabar com piolhos e lêndeas em apenas duas sessões, de maneira confortável.

Através de um tratamento rápido, profissional e seguro, a PiolhoLess utiliza uma tecnologia de aspiração, e após essa etapa, é passado um pente fino de aço nos fios de cabelo dos clientes, com produtos exclusivos e de origem natural, sem adição produtos tóxicos ou químicos. 

Respeitando as normas de segurança e higiene, os atendimentos presenciais são realizados mediante agendamento prévio nas unidades de Vila Olímpia ou Pinheiros, ambas localizadas na cidade de São Paulo.

Clientes que moram fora de São Paulo ou que tenham interesse em aliviar os sintomas da pediculose em suas residências também podem adquirir o Kit PioLess no e-commerce da empresa. O Kit PioLess conta com shampoo, condicionador e spray desembaraçante que ajudam a repelir piolhos e lêndeas sem agredir os fios e o couro cabeludo.

Os serviços PiolhoLess e produtos PioLess são de origem natural. Por não serem medicamentos, são dispensados de registro na Anvisa.

Complementando o Kit PioLess, há também o pente fino, ferramenta essencial para a remoção dos parasitas dos cabelos. O uso diário do pente fino é essencial para remover piolhos. Para utilizar o pente fino basta aplicar os produtos do Kit PioLess, dividir os cabelos em partes e utilizar o pente da base até o final dos fios.



Website: http://piolholess.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp