27/11/2020 às 16h18min - Atualizada em 28/11/2020 às 01h20min

Dez dicas de segurança ao fazer compras online

Temporada de compras pela internet também é momento de pico para fraudadores e cibercriminosos.

DINO

Com a maior temporada de compras do ano chegando, os consumidores estão se preparando para aproveitar os descontos e ofertas em vários sites e aplicativos de e-commerce. Naturalmente, este também é o momento de pico do ano para fraudadores e cibercriminosos que tentam os enganar com ofertas falsas, além de invadir suas contas a fim de ter acesso aos dados de cartões de crédito, pontos de recompensa e códigos de desconto; e extrair informações pessoalmente identificáveis (PII) para que possam se aproveitar ainda mais da situação.

A Radware, uma das líderes globais em soluções de segurança cibernética, recomenda que os consumidores sigam as dicas listadas abaixo para evitar a possibilidade de serem enganados e fraudados ao fazer compras online.

1 - Comprar em sites renomados e evitar sites parecidos, com URLs e aparência semelhantes

Os golpistas geralmente desenvolvem sites do dia para noite, que usam nomes e URLs muito semelhantes em sua ortografia aos nomes de sites conhecidos para enganar os compradores.

2 - Usar aplicativos de compras autorizados da App Store da Apple e da Play Store do Google
Os fraudadores tentam enganar usuários desavisados com aplicativos de compras falsificados que imitam a aparência de aplicativos populares. Aplicativos falsos colocam os consumidores em risco de roubo de contas, perdas financeiras e exposição de informações pessoais.

3 - Certificar-se de que o endereço do site comece com 'https' e procurar o ícone do cadeado na barra de endereços do seu navegador
O ícone do cadeado na barra de endereços do navegador e o 'https' antes do endereço do site indicam que a conexão com o site é criptografada e segura para evitar que as informações sejam capturadas em trânsito.

4 - Fornecer o mínimo de informações pessoais possível

Portais de e-commerce respeitáveis geralmente não pedem o número de RG ou outros detalhes que não são necessários para realizar transações (como o nome de solteira da mãe e assim por diante). Fornecer os dados pessoais mínimos necessários e evitar sites e aplicativos que peçam mais informações do que o estritamente necessário.

5 - Usar senhas fortes e únicas, de preferência com autenticação multifatorial

Usar uma senha diferente para cada site, e se o site ou aplicativo oferece, ativar a opção de autenticação multifatorial, geralmente encontrada nas configurações de segurança, para um login mais seguro e uma camada adicional de proteção da conta.

6 - Verificar regularmente os extratos bancários

É preciso ter cuidado com transações suspeitas e encargos. Importante informar prontamente quaisquer transações não autorizadas ao banco ou serviço de pagamento.

7 - Não comprar através de redes Wi-Fi públicas não seguras e usar uma VPN (rede privada virtual) quando possível

Evitar fazer transações financeiras usando conexões Wi-Fi públicas, pois hackers e fraudadores podem facilmente bisbilhotar os dados privados usando uma variedade de ferramentas comuns de hacking. Uma VPN fornece segurança adicional criptografando todos os dados recebidos e transmitidos do telefone ou computador.

8 - Usar cartões de crédito e serviços como o PayPal em vez de cartões de débito

Ao contrário dos cartões de débito, que estão diretamente vinculados à conta bancária, cartões de crédito e serviços de pagamento geralmente fornecem mais proteção, menos responsabilidade pessoal e resolução mais rápida de sinistros.

9 - Usar um cartão de crédito ou débito virtual

Em vez de fornecer o número real do cartão de crédito (ou débito) e o código de segurança (CVV), é indicado utilizar serviços como o Apple Pay, Google Pay, Venmo e outros, que permitem pagamentos sem revelar o número real do cartão de pagamento.

10 - Desconfiar de ofertas muito lucrativas enviadas por e-mail

É preciso ter cuidado com e-mails de "phishing", que oferecem ofertas lucrativas mas que, na verdade são destinados a enganar os compradores de várias maneiras, incluindo a revelação de credenciais de login, dados de cartão de pagamento ou outras informações pessoais que podem ser ainda mais perigosas nas mãos dos criminosos.

Atuação no Brasil e novo Scrubbing Center

A Radware anunciou no mês de outubro sua expansão no Brasil com um novo Scrubbing Center, que compõe a rede global de scrubbing centers da empresa. As novas instalações já estão em operação e apoiam o crescimento dos clientes da Radware em mercados emergentes, onde há necessidade de residência de dados, além de complementarem a rede existente de Scrubbing Centers que já atendem ao Serviço de Proteção Cloud DDoS, aumentando a capacidade global de depuração em cerca de 30%.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp