12/08/2020 às 10h44min - Atualizada em 12/08/2020 às 10h48min

Preparando as crianças para a chegada de um irmão mais novo

Como ajudar as crianças a se sentirem positivas sobre o novo bebê e evitar problemas de comportamento.

DINO
http://www.unidoll.com.br

A chegada de um bebê pode trazer diversas mudanças para uma família. Os pais costumam dedicar uma quantidade de tempo significativa nos preparativos, e depois que o bebê nasce, a atenção da família se volta quase que inteiramente aos cuidados do recém-nascido. Essas transformações podem ser difíceis para irmãos mais velhos. É fundamental que os pais pensem em estratégias que preparem com antecedência a criança mais velha da família para a chegada do novo irmão, a fim de ajudá-la a lidar melhor com a situação. Segundo Mandi Silverman , psicólogo do Child Mind Institute em Nova Iorque, é preciso enfatizar todas as coisas boas que um novo bebê trará para uma família após a sua chegada.

A princípio, é uma boa ideia explicar as razões por trás de se ter outro bebê. É importante que os filhos mais velhos entendam que seus pais não estão tentando substituí-los. Um bom artifício é reforçar experiências positivas relacionadas à chegada do novo membro da família, como o fato de que a criança mais velha terá companhia para brincar no futuro. Nas primeiras conversas após a descoberta da gravidez, é preciso garantir que os pequenos entendam que seus pais terão amor suficiente para ambos e que não há necessidade de temer que o recém-nascido receba um pouco mais de atenção nos primeiros dias de vida.

Bebês fazem basicamente três coisas: se alimentam, dormem e choram. Como resultado disso, o tempo dos pais pode se tornar limitado. Uma boa alternativa para explicar às crianças os cuidados que um recém-nascido necessita é contar histórias de como cuidavam delas quando estavam na mesma posição. Para que se sintam especiais e importantes, o ideal é envolvê-las em todos os preparativos: os pais podem pedir a opinião dos pequenos quando forem escolher itens como roupas, berços, brinquedos e até mesmo o nome do bebê.

Quando as crianças experimentam as coisas na prática, eles sabem exatamente o que esperar. Por isso, levá-las à casa de amigos com dois ou mais filhos pode fazer com que entendam mais facilmente como uma família com mais de um irmão funciona. Se a família em questão tiver um bebê, a criança pode experimentar segurá-lo ou alimentá-lo para que se familiarize com o que fará parte da sua própria rotina.

Depois do parto, a criança deve ser um dos primeiros membros da família a conhecer o recém-nascido. Sem muitas pessoas por perto, ela reagirá naturalmente ao interagir pela primeira vez com o bebê. O restante da família pode preparar alguns presentes com a temática "irmão mais velho" ou "irmã mais velha" para que a criança se sinta ainda mais parte da experiência. As crianças se sentem muito importantes quando os pais demonstram gratidão em tê-las por perto ajudando a cuidar do bebê. Os pequenos também podem ser envolvidos em pequenas tarefas diárias, como buscar fraldas, empurrar o carrinho ou ajudar a vestir o recém-nascido. Bonecas realistas, os chamados "bebês reborn", podem ser uma ótima maneira de empregar essas tarefas, além de introduzir gradualmente a ideia da chegada de um novo membro na família. O peso, tamanho e textura dessas bonecas são incrivelmente semelhantes aos de um bebê real, características que podem fazer com que os irmãos mais velhos se sintam mais preparados e confiantes em lidar com o novo membro da família.

Os bebês reborn da UniDoll podem ajudar a explicar que, com o amor, surgem responsabilidades, especialmente porque bonecas precisam de muita ajuda, assim como o novo irmão ou irmã mais nova. Além de desenvolver o senso de responsabilidade, o vínculo entre uma criança e uma boneca pode ajudá-la a entender a figura de um irmão mais velho e seu papel.

As crianças podem demorar a se familiarizar com a chegada de um novo membro na família. Algumas se adaptam naturalmente ao papel de irmão mais velho, outras podem se mostrar resistentes. Nesses casos, é importante que os pais sejam pacientes e tentem ao máximo manter a rotina que tinham com o filho mais velho antes da chegada do recém-nascido. Manter a estrutura das rotinas anteriores pode ajudá-los a se sentirem mais confortáveis em meio às mudanças.



Website: http://www.unidoll.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp