05/05/2015 às 11h48min - Atualizada em 05/05/2015 às 11h48min

Suspeitos de assassinato batem de carro após crime em Linhares; um morreu

O carona foi levado para o Hospital Geral de Linhares (HGL). Na cintura dele foi encontrada uma arma de fogo

Gazeta Online

Um homem morreu e outro ficou ferido em um acidente numa estrada de chão próxima à rodovia que liga a sede de Linhares ao balneário de Pontal do Ipiranga, no Norte do Estado. Segundo a Polícia Militar, os dois são suspeitos de matar um adolescente na noite desta segunda-feira (4), em Pontal do Ipiranga.

O acidente ocorreu provavelmente na madrugada desta terça-feira. De acordo com a PM, o motorista do Fiat Uno, placas MQQ 0120, perdeu o controle da direção e colidiu contra uma árvore. Ele morreu no local. Já o carona machucou o pulso.

A PM passava pela rodovia de Pontal quando viu o carona pedindo socorro. Ele disse que tinha sofrido um acidente de moto, mas o veículo não foi encontrado. Durante as buscas na região, os PMs localizaram o carro. O carona foi levado para o Hospital Geral de Linhares (HGL). Na cintura dele foi encontrada uma arma de fogo.
 
A identidade das vítimas ainda não foi divulgada pela polícia, mas o motorista tinha uma tatuagem com o nome Caroline. O corpo dele foi encaminhado para o Serviço Médico Legal de Linhares. (Com informações de Michel Freitas)
 
Homicídio
Um adolescente de 16 anos foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (4), em Pontal do Ipiranga, no litoral de Linhares, Norte do Estado. Segundo a Polícia Militar, Diego Couto Correia chegou a ser socorrido por uma ambulância para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.
 
O crime aconteceu por volta de 19h30, na Rua Projetada. Populares disseram à PM que dois indivíduos em um veículo Fiat Uno verde chegaram à praça do balneário e efetuaram os disparos contra o adolescente. Diego foi atingido por cinco tiros, sendo três no peito e dois nas costas.
 
A placa do carro não foi informada. Apesar das buscas na região, o veículo suspeito não foi localizado. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida de Linhares.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp