25/06/2020 às 09h11min - Atualizada em 25/06/2020 às 10h03min

Em resposta à covid-19, GuardeAqui doa cestas básicas digitais a comunidades de São Paulo

Cestas vão beneficiar 133 famílias de favelas na Vila Prudente, Zona Sul da capital paulista

DINO

A GuardeAqui, empresa referência no segmento de autoarmazenamento (self-storage) no país, destinou parte da receita de locação de espaços de armazenagem em abril para a aquisição de cestas básicas digitais a famílias vulneráveis, numa ação que integra a resposta da organização à pandemia de covid-19.

Com o recurso, 133 famílias de comunidades da Vila Prudente, Zona Sul de São Paulo, receberam cartões digitais que funcionam como cartões de vale alimentação corporativos. Cada cartão já vem com crédito no valor equivalente ao de uma cesta básica, que será renovado ao longo de três meses.

As cestas básicas digitais, que ajudaram mais de 700 pessoas, foram entregues às famílias numa parceria entre a GuardeAqui e a organização Gerando Falcões, que apoia projetos sociais no bairro. "A ideia é que as famílias possam adquirir os produtos de que necessitam, ao mesmo tempo que ajudam o comércio local a continuar funcionando", afirma o CFO da empresa, Bernardo Mello.

Ainda como parte de sua resposta à pandemia, a GuardeAqui aderiu ao manifesto #NãoDemita, pelo qual se comprometeu a não demitir colaboradores nos meses de abril e maio. O manifesto conta com a adesão de 4 mil empresas em todo o país.

Além disso, os funcionários da GuardeAqui que não atuam nas unidades de armazenamento estão trabalhando em home-office. As 25 unidades da empresa no Brasil também tiveram cuidados com higienização redobrados e estão operando em horários restritos para evitar a aglomeração de pessoas.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp