10/04/2015 às 11h08min - Atualizada em 10/04/2015 às 11h08min

A metamorfose de Presidente Kennedy

Folha do ES

Por Jackson Rangel

Depois quase três anos sem fazer denúncias contra políticos do Município de Presidente Kennedy, o mais rico em renda per capita do Espírito Santo, ao sul, na região litorânea, continuo sem temas nesta vertente, porque o sistema gestor sofreu metamorfose para melhor, erradicando o título de um das cidades mais corruptas do Brasil. A mudança decorreu, simplesmente, da transição do prefeito prevaricador Reginaldo Quintas para a sucessora, sua sobrinha, Amanda Quintas Rangel.

Enquanto o governo passado se apresentava como Robin Hood às avessas, dava para o povo pão, mas pegava para si caviar, o novo modelo administrativo levou pelo menos dois anos para tapar os ralos das adulterações horrendas em praticamente todos os setores da máquina pública. A distância entre a desonestidade e a probidade ficou abissal, provando que na cadeia sanguínea não existe transferência hereditária em malignidade ou maldição no serviço público.

Enquanto Reginaldo Quintas se lambuzava nos prazeres do poder desenfreado e sem regras em quadrilha, chegando sofrer prisão, com o Município sob intervenção,por conta de um dos maiores escândalos no Estado em monta de roubo, a população, parte, estava anestesiada por receber o que já lhe era de direito. A sobrinha neófita, assumiu, e até hoje pratica a gestão compartilhada com órgãos de fiscalização, visando, holisticamente, tão somente a qualidade de vida da sua gente.

Parece fácil administrar uma sociedade de cerca de 11 mil habitantes e alguns milhões em arrecadação.Não quando tem de consertar a casa destelhada em esgoto a céu aberto pela corrupção. Isso levou a prefeita Amanda, de 24 anos, e sua equipe, a trabalhar de início no resgate da imagem de Kennedy e na credibilidade  junto às esferas republicanas em busca da certidão negativa no quesito moralidade pública.

Sob relâmpagos e trovoadas, inimigos velados estão, inescrupulosamente,  com sede de usurpar poder de volta, ela consegue feito que ficará na história kennedense como a mais jovem e amadurecida gestora capacitada em vencer a corrupção, libertando os incautos das amarras ilusórias do câncer que estava em fase de metástase. Agora, o Município entrou nos trilhos da ética e moralidade, oferecendo conjunto de obras físicas de relevância imensurável para o cidadão e contribuinte, acompanhado de serviços para estruturação dos tecidos sociais. 

Enfim, o município de Presidente Kennedy saiu das páginas policiais, da mira da Polícia  Federal e das investigações do Judiciário e do Ministério Público para as páginas da editoria política. Claro, com críticas, contudo legítimas e necessárias a um governo Estatista. A metamorfose foi positivista e irreversível para o bem de seus cidadãos. Claro! As viúvas do poder pelo poder choram a abstinência de não mais saber a combinação dos números dos cofres públicos para enriquecimento pessoal como de prática ao sol do meio dia.

O Município, hoje, tem o respeito não só dos seus, como de todos os capixabas. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp