02/04/2015 às 08h29min - Atualizada em 02/04/2015 às 08h29min

Governo anuncia abertura de mais de 220 leitos em hospitais do Estado

O secretário de Saúde, Ricardo de Oliveira, também anunciou a criação de 16 novas Unidades Saúde da Família uma parceria entre Governo do Estado e Município

Folha Vitória
Hospital São Lucas vai ganhar novos leitos (Foto: Divulgação/Governo)

O Governo Estadual anunciou nesta quarta-feira (01) mais de 220 leitos no Espírito Santo. Além disso, haverá conclusões de obras de hospitais e ampliação do Samu.

No Hospital Dória Silva, na Serra, serão 63 leitos criados; o Hospital Estadual de Vila Velha terá 60, o Hospital Estadual de Atenção Clínica, em Cariacica, terá 45,  e mais 56 leitos no São Lucas, em Vitória. 

O Hospital Geral de Cariacica, deve ser concluído em 2018, e será construído na Rodovia Leste-Oeste, em Bela Vista. Os projetos serão feitos este ano e a licitação em 2016. O investimento é de R$195 milhões. O Novo São Lucas deverá ser concluído, finalizando o pronto socorro, novos leitos de UTI e o heliponto.  

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, também anunciou a criação de 16 novas Unidades Saúde da Família (USF).  A construção dessas unidades é fruto de parceria entre Governo do Estado e Município. As cidades que vão receber a USF são Alto Rio Novo, Bom Jesus do Norte, Colatina, Guarapari, Iúna e Mantenópolis, Aracruz, Castelo, Conceição da Barra, Domingos Martins, Guaçuí, João Neiva, Marataízes e Pedro Canário, que contará com duas Unidades e Viana que foi contemplada este ano. 

A ampliação do atendimento do Samu também faz parte das prioridades na área de saúde do Governo. A Região Metropolitana receberá sete ambulâncias para a sua expansão. Outras cinco serão destinadas para Conceição do Castelo, Ibatiba, Santa Leopoldina, Itarana e Laranja da Terra. Cariacica e Domingos Martins também vão ganhar uma ambulância.  

Para o secretário, é necessário restabelecer a credibilidade da saúde pública, e ele acredita que o principal legado da atual gestão será a possibilidade de haver continuidade na melhoria da qualidade no atendimento ao cidadão. “O que vamos deixar de mais importante, eu acredito, é uma estrutura que garanta a boa aplicação dos recursos, porque o Estado precisa ter gestão sobre esses recursos hoje, amanhã e depois”, comentou.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp