21/05/2020 às 11h43min - Atualizada em 21/05/2020 às 11h43min

ES pode ter 700 leitos de UTI para pacientes da covid-19 até junho, diz secretário

Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para o tratamento da doença é de 69,72%% em todo o estado

Da Redação - Com informações Folha Vitória
 

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo é de 8495 pacientes, de acordo com dados mais recentes, disponíveis no Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para o tratamento da doença é de 69,72%% em todo o estado.

A ampliação do número de leitos continua em andamento. De acordo com o secretário de Saúde, Nésio Fernandes, há previsão de que o estado tenha 700 leitos de UTI, nas redes pública e particular, em junho, aumentando a capacidade de internação.

"Para o enfrentamento da pandemia, levamos em consideração uma meta de ocupação que é desproporcional ao cotidiano dos hospitais. Temos situação de uma maior expansão de leitos. Possivelmente no início de junto, devemos ter mais 200 leitos de UTI disponíveis para o enfrentamento ao covid-19, chegando aos 700 leitos de UTI no Espírito Santo", disse.

Ele ainda afirma que ainda haverá expansão no número de leitos de enfermaria. No entanto, ressalta que há um limite para este aumento. "Essa expansão é muito robusta, mas ela tem um limite. Se as pessoas não aderirem ao distanciamento social, ao isolamento, nós não iremos romper a cadeia de transmissão. Há um limite de recursos, de leitos, de medicamentos. É preciso que todos compreendam a importância do isolamento", destaca.

Para o aumento no número de leitos, o estado aguarda a chegada de novos respiradores, já adquiridos. Outra medida é a compra dos leitos de hospitais privados. No entanto, Fernandes destaca que, mesmo já adquiridos, as unidades precisam de um tempo para preparar o leito e disponibilizá-lo ao estado. "Compramos os leitos e a rede privada precisa de alguns dias para se adaptar. Nós colocamos no painel apenas o que já está disponível. Até segunda-feira já devemos ter todos esses disponíveis. Aguardamos, até a primeira semana de junho, a chegada de mais 160 respiradores" disse.

Novas medidas

A partir do próximo domingo (24), passa a valer por 14 dias a nova matriz de risco de contaminação do coronavírus no Espírito Santo. Com base nessa nova matriz, a ameaça da covid-19 será classificada como leve, moderada, severa ou extrema em cada município, de acordo com critérios de avaliação estabelecidos pelo Governo do Estado.

De acordo com o governador Renato Casagrande, caso algum município capixaba chegue à categoria de ameaça extrema, medidas radicais serão tomadas para controlar o avanço da doença, como o fechamento total do comércio, do serviço e da atividade industrial — o chamado lockdown.

Casagrande explicou que esse cenário poderá ocorrer caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivo para tratamento da covid-19 no estado chegue a 91%. Atualmente, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), essa taxa é de 69,72%.

Segundo o governador, caso o índice de ocupação dos leitos de terapia intensiva fosse hoje de 91%, 11 municípios capixabas teriam de adotar medidas mais radicais de isolamento, pois estariam com ameaça extrema. São eles: Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Fundão, Santa Tereza, Presidente Kennedy, Marataízes, Afonso Cláudio e Alfredo Chaves.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp