27/03/2015 às 15h36min - Atualizada em 27/03/2015 às 15h36min

Copiloto escondeu atestado médico de dispensa de trabalho, diz promotoria

Foram encontrados também documentos que mostram que ele estava sob tratamento médico. O copiloto da Germanwings passou 6 meses em tratamento psiquiátrico

Folha Vitória
Andreas Lubitz teria escondido os atestados médicos da empresa

A promotoria de Düsseldorf informou nesta sexta-feira (27) que o copiloto, Andreas Lubitz, que derrubou deliberadamente o avião da Germanwings tinha um atestado médico de dispensa de trabalho por doença que havia ocultado da companhia, assim como outros documentos que demonstravam que ele estava sob tratamento.

De acordo com os investigadores, o suposto atestado teria sido encontrado rasgado junto de outros documentos médicos. Não foi possível identificar exatamente qual a doença do copiloto. O copiloto da Germanwings passou 6 meses em tratamento psiquiátrico.

Fontes da promotoria negaram que tenha sido encontrado uma carta de despedida durante a revista realizada em sua casa. 

Depressão

O jornal alemão Bild afirmou nesta sexta-feira que Andreas Lubitz recebeu tratamento psiquiátrico devido a "episódio depressivo sério" há seis anos.

Procuradores franceses, após ouvirem a gravação de voz da caixa-preta, não apresentaram motivos para Andreas Lubitz, de 27 anos, ter assumido os controles do Airbus A320, trancado o capitão do lado de fora da cabine e provocado a descida da aeronave, na terça-feira.

Com base em fontes e documentos internos da Lufthansa, o Bild disse que Lubitz passou no total um ano e meio em tratamento psiquiátrico, e que documentos relevantes serão enviados aos investigadores franceses após serem examinados por autoridades alemãs.

O presidente-executivo da Lufthansa, controladora da Germanwings, Carsten Spohr, disse na quinta-feira (26), que Lubitz havia feito uma pausa durante seu treinamento há seis anos, mas não explicou o motivo e disse que ele tinha sido aprovado em todos os testes para voar.

Uma porta-voz da Lufthansa disse nesta sexta-feira que a empresa não vai comentar sobre o estado de saúde do piloto.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp