23/03/2020 às 15h55min - Atualizada em 23/03/2020 às 15h55min

ES x RJ: Divisa aberta é motivo de maior preocupação dos kennedenses em tempos de coronavírus

Da Redação
Foto: Arquivo Operação da Polícia Militar na divisa ES x RJ em Presidente Kennedy
Já não é de hoje a precupação do kennedense com a divisa dos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro em Presidende Kennedy. Por anos está aberta sem qualquer policiamento constante no local, e isso por ambos os Estados.

A fronteira está aberta e é rota de vulga para bandidos que constantemente roubam automóveis e motocicletas no município, gerando uma contínua sensação de insegurança na população.

Para piorar a situação, em tempos de Coronavírus o medo está ainda maior, sem segurança pública e segurança sanitária.

Internautas estão enviando a nossa redação pedido de ajuda e socorro quanto a divisa, que carece nesse momento, tanto de policiamento, quanto segurança sanitária. 

"Devido a pandemia que o mundo enfrenta! E o município de Presidente Kennedy faz divisa com o Rio de Janeiro demarcado pela ponte do Rio itabapoana, até sexta-feira passada essa demarcação encontrava sem um policiamento para conter a entrada de indivíduos", disse leitora.

"O que vocês podem fazer por nós? Já que é um meio de comunicação e podem usar esse meio para conscientizar nossos governantes em alertar para resolver  essa problemática", enviou um internauta.

"Se essa divisa já estiver sendo monitorada peço desculpa. Mas vocês sabem dizer se tem policiamento na divisa? Fiquei sabendo que tem muitas pessoas de Arraial do Cabo vindo pra Jaqueira passar dias por lá", enviou leitor.

A população carece de respostas e ações efetivas, mas com pouca paciência.


Um leitor do Portal Kennedy em Dia registrou o ocorrido e nos enviou as fotos. Seja um colaborador e envie sua notícia, flagra, sugestão de pauta, fotos e vídeos pelo WhatsApp número (28) 99955-4585 ou pelo e-mail vcreporter@kennedyemdia.com.br .
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor do corte de 50% do salário dos políticos e 30% dos funcionários públicos?

12.7%
73.4%
3.8%
10.1%