17/03/2020 às 15h48min - Atualizada em 17/03/2020 às 15h48min

Serviço de Proteção Social Básica no domicilio para pessoa idosa e deficiente é realidade em Presidente Kennedy

Da Redação
 
Na manhã da última quarta-feira (11), estiveram reunidos na Secretaria Municipal de Assistência Social o Secretário Municipal Tancredo Almeida Silveira, a Gerente da Proteção Social Básica Marcia de Oliveira Pereira Chaves a Assistente Social da Gestão Ellem Ramalho da Cunha, equipe técnica e cuidadores sociais do serviço de Domicilio.
A reunião foi para alinhamento do serviço que começou a ser executado a partir da quinta-feira (12). Segundo o secretário Tancredo Almeida, através do diagnóstico socioterritorial e informações dos equipamentos e rede, há grande situações de violações de direitos com a pessoa idosa e deficiente. E o serviço de domicilio possibilita prevenir agravos que possam desencadear o rompimento de vínculos familiares e sociais; prevenir confinamento de idosos e/ou de pessoas com deficiência, e abrigamento. Finaliza: “é muito triste tirar um idoso de sua convivência familiar para institucionalizar. Por isso, iremos intensificar o serviço de domicilio para minimizar situações de violação de direitos e ruptura de vínculos”.
Objetivo do Serviço:
Prevenir agravos que possam desencadear o rompimento de vínculos familiares e sociais; prevenir confinamento de idosos e/ou de pessoas com deficiência; Identificar situações de dependência;
- Colaborar com redes inclusivas no território;
- Prevenir o abrigamento institucional de pessoas com deficiência e/ ou pessoas idosas com vistas a promover a sua inclusão social;
- Sensibilizar grupos comunitários sobre direitos e necessidades de inclusão de pessoas com deficiência e pessoas idosas, buscando a desconstrução de mitos e preconceitos;
- Desenvolver estratégias para estimular e potencializar recursos das pessoas com deficiência e pessoas idosas, de suas famílias e da comunidade no processo de habilitação, reabilitação e inclusão social;
- Oferecer possibilidades de desenvolvimento de habilidades e potencialidades, a defesa de direitos e o estímulo à participação cidadã;
- Incluir usuários e familiares no sistema de proteção social e serviços públicos, conforme necessidades, inclusive pela indicação de acesso a benefícios e programas de transferência de renda;
- Contribuir para resgatar e preservar a integridade e a melhoria de qualidade de vida dos usuários;
- Contribuir para a construção de contextos inclusivos.
Maiores informações (28) 3535-1171 ou CRAS, Rua atila vivacqua nº 246, centro, ao lado da Igreja Católica
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »