04/11/2019 às 08h07min - Atualizada em 04/11/2019 às 08h07min

Vítimas de acidente com ônibus de turistas mineiros recebem alta em Cachoeiro

Ao todo, 33 passageiros do ônibus de turistas mineiros que capotou na ES 164 em Cachoeiro de Itapemirim receberam alta médica. Outras 12 pessoas permanecem internadas

Gazeta Online
Trinta e três vítimas do grave acidente que ocorreu neste sábado (02) com um ônibus de turistas mineiros, no distrito de Soturno, na rodovia ES 164, que liga Cachoeiro de Itapemirim a Vargem Alta, no Sul do Estado, tiveram alta dos hospitais em que foram internados. Outros 12 passageiros permanecem nas unidades hospitalares, neste domingo (03), com quadro de saúde estável.

Das 15 crianças que deram entrada no Hospital Infantil Francisco de Assis (Hifa), quatro ainda permanecem internadas. Uma delas, segundo assessoria da unidade, chegou a ser encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas recebeu alta para o quarto neste domingo (03).

Segundo uma lista de passageiros que a Polícia Militar teve acesso, 55 pessoas estavam no ônibus que saiu de Belo Horizonte, Minas Gerais, e tinham como destino a praia de Itaoca, em Itapemirim, litoral Sul do Estado. Porém, o número total de passageiros ainda não foi confirmada.

O proprietário da empresa, Hugo Alcântara, informou que o total de passageiros da lista a qual a PM teve acesso é de pessoas previstos para a viagem. Porém, houve a desistência de algumas, que não embarcaram. Quatro passageiros morreram - duas crianças, de 2 e 9 anos de idade, que morreram no hospital, e dois adultos. Três corpos foram liberados na manhã deste domingo (03) do Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

A identidade das vítimas não foi revelada pela polícia. Na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, das 32 vítimas encaminhadas à unidade, oito ainda permanecem internadas em leitos da enfermaria e os demais foram liberados. A informação do hospital é que três passaram por cirurgia e o quadro é estável.

O ACIDENTE
A frente do ônibus ficou completamente destruída no acidente. Depois de tombar, o veículo ocupou toda a pista. Segundo testemunhas, o ônibus desceu descontrolado, bateu numa árvore e tombou no ponto conhecido como "Curva da Morte" - pela quantidade de acidentes graves com mortes na serra sinuosa.

Na manhã deste domingo (03), a rodovia precisou ser internada por cerca de uma hora para a retirada do veículo. Segundo a Polícia Civil, o ônibus foi encaminhado para ser periciado e o laudo deve ser concluído em 30 dias. O caso será investigado pela delegacia regional de Cachoeiro de Itapemirim e testemunhas começaram a ser ouvidas.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp