17/07/2019 às 13h40min - Atualizada em 17/07/2019 às 13h40min

Vereador mineiro que matou prefeito pintou cabelo e planejava fugir do país

Marcos Alves de Lima foi encontrado na casa da irmã, no bairro da Mata da Praia, em Vitória

Folha Vitória

Com os cabelos pintados e planejando fugir do Brasil, o vereador da cidade de Naque, em Minas Gerais, Marcos Alves de Lima (PSDC), que matou o prefeito da cidade, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), foi preso em Vitória na tarde da última terça-feira (16).

Marcos Alves de Lima foi encontrado na casa da irmã, no bairro da Mata da Praia, em Vitória. A polícia capixaba chegou até Marcos depois de ter montado um trabalho de inteligência em parceria com a polícia mineira, que compartilhou as informações sobre o caso. 

Para encontrar o autor do assassinato, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF) e Polícia Civil (PC) foram mobilizadas, além do cerco eletrônico, em que foram incluídos os veículos em nome do Vereador.

O vereador Marcos Alves de Lima (PSDC), da cidade de Naque, no interior de Minas Gerais, foi preso na tarde desta terça-feira (16), em Vitória. O parlamentar é suspeito de assassinar a tiros, no último sábado (13), o prefeito do município mineiro, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), de 55 anos.

Relembre o caso

De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais, o prefeito de Naque foi morto após brigar com o vereador por causa de uma cerca. Marcos Alves tem uma propriedade ao lado de um área da prefeitura e estaria tentando cercar o lote.

Durante a discussão o tucano teria agredido o vereador com um chicote. Em seguida, o parlamentar sacou uma arma e atirou seis vezes contra Hélio Pinto de Carvalho, conhecido como Hélio da Fazendinha.

O prefeito foi baleado no tórax e nas pernas. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado para um hospital local, mas não resistiu. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp