12/07/2019 às 09h06min - Atualizada em 12/07/2019 às 09h06min

MPES realiza operação para apurar superfaturamento na compra de cirurgias em Presidente Kennedy

Da Redação - Com informações MPES

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Sul) e da Promotoria de Justiça de Presidente Kennedy, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, deflagrou nesta sexta-feira (12/07) a Operação Caduceu. O objetivo é apurar o superfaturamento na compra de cirurgias, fraudes nos processos de aquisição e organização criminosa na área da saúde.

A operação consiste, inicialmente, no cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos em desfavor de três médicos e servidores municipais de Presidente Kennedy. As buscas estão sendo efetuadas nas residências dos investigados. Os mandados estão sendo cumpridos nos municípios de Cachoeiro de Itapemirim, Vargem Alta e Presidente Kennedy. As medidas foram deferidas pela Vara Única da Justiça Estadual de Presidente Kennedy.

A operação busca apurar as responsabilidades dos investigados na organização criminosa que se beneficiava com o direcionamento de licitações e favores para aquisição de cirurgias particulares que poderiam ter sido realizadas pelo Sistema Único de Saúde. 

Além do superfaturamento e direcionamento de licitação com compras de cirurgias, também há suspeitas de utilização dos recursos públicos para favorecimento de determinadas pessoas próximas à gestão municipal, especialmente nas proximidades das eleições municipais de 2016.

Participam da operação promotores de Justiça do Gaeco-Sul e os policiais militares do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

Em nota, a Prefeitura de Presidente Kennedy informou que está à disposição para contribuir nas investigações e disponibiliza todas as informações necessárias para que o trabalho do Ministério Público seja realizado em sua plenitude. Concluiu a nota ainda afirmando que a atual gestão, que assumiu o Poder Executivo em 9 de maio desse ano, reforça o seu compromisso com a transparência e os princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade, eficiência e publicidade.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp