02/04/2019 às 09h33min - Atualizada em 02/04/2019 às 09h33min

Homem é preso em Presidente Kennedy acusado de homicídio qualificado

Da Redação
Foto de 2008 quando foi candidato a vereador em SFI

Foto de 2008 quando foi candidato a vereador em SFI

Um homem foi preso na tarde deste sábado(30) em Campo Novo, próximo ao açougue de Eduardo Mota. 

Durante um preventivo da Polícia Militar (PM), o homem foi localizado e preso. Contra ele existia um mandado de prisão em aberto expedido em outubro de 2018 pela justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Artur João Paes de Azevedo foi sentenciado a 12 anos de prisão em regime fechado, acusado de ser mandante de um homicídio. O crime teria acontecido em São Francisco do Itabapoana (SFI).


O Kennedy em Dia apurou que o acusado seria o mandante do assassinato do vereador José Antônio Rangel de Azevedo, em São Francisco, ocorrido em 1998. A vítima investigava na época, supostos superfaturamentos em obras do município. O crime teve grande repercussão na cidade.
 

Segundo o jornal Folha de São Paulo, Artur ocupava o cargo de secretário municipal de governo de São Francisco de Itabapoana quando teria mandado matar o vereador. O motivo do crime seria o dossiê sobre irregularidades no uso de verba pública naquele município que estava sendo preparado por Rangel de Azevedo.

E segundo o jornal Extra, Artur João Paes de Azevedo que foi filiado ao PMN, responde a ações penais por pelo menos três homicídios qualificados, uma delas transitada em julgado em 2ª instância.

Atualmente ele morava na Sede de Presidente Kennedy e participava das articulações de um grupo político da cidade.

Artur foi encaminhado para o DPJ de Marataízes e está à dispoisção da Justiça Fluminense.


*(Foto de 2008 quando foi candidato a vereador em SFI - TSE)

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp