05/02/2019 às 09h20min - Atualizada em 05/02/2019 às 09h20min

Quer perder peso? Conheça a dieta da proteína e comece hoje mesmo!

É importante lembrar que, para seguir a dieta da proteína, é muito importante ter acompanhamento de um profissional.

Folha Vitória

Sabe aquele corpo super definido, com músculos bem marcados na pele? A dieta da proteína te ajuda a conquistá-lo! E aquela perda de peso expressiva para quem está muito acima do peso, será que essa dieta funciona? De acordo com os especialistas, sim.

O resultado é certo, mas não é tão fácil de ser obtido. “Essa linha de alimentação não é nada prática, os alimentos não são portáteis, rápidos de preparar ou convenientes como as frutas, torradas, biscoitos, pães, não são do tipo 'peguei e fui', requer cuidado no preparo. As melhores proteínas, as chamadas proteínas de alto valor biológico, possuem essas características e são as carnes, peixes, aves e ovos, mas também, é possível a utilização da proteína de origem vegetal como feijões, soja, castanhas, e outros”, afirma a nutricionista, Damylle Bueno.

Porém quem decide seguir a dieta da proteína, pode ter certeza que os benefícios estéticos são alcançados. Mas para segui-lá é muito importante ter acompanhamento de um profissional. “Existem exames que são solicitados para a verificação principalmente das funções renais e do fígado, além de uma anamnese para saber se existe a possibilidade da realização dessa dieta, ela exige muito do organismo”, destaca a nutricionista.

Uma grande vantagem da dieta é que as proteínas dão sensação de saciedade, diminuindo a fome. “Mas a pessoa tem saber distinguir fome da vontade de comer, afinal de contas o desejo por alimentos do grupo dos carboidratos vai surgir”, conta Damylle. Ela ainda acrescenta que existem alguns momentos de alívio, pois não existe a exclusão total das verduras, algumas saladas selecionadas, oleaginosas, alguns farelos como a aveia que compõe o cardápio dessa linha de alimentação mesmo não sendo proteínas.

Quanto à escolha das proteínas a nutricionista é enfática. “A escolha das proteínas deve ser feita com sabedoria, proteínas tendem a vir acompanhadas de gorduras, não queremos pessoas doentes, mas sim saudáveis, logo não utilize essa de alimentação para excessos, e consuma bastante água, com o aumento do consumo proteínas o de água também deve ser aumentado”.

CARDÁPIO

Café da manhã

- 1 Omelete de queijo minas

- ou 1 copo de leite ou leite de soja

Lanche da manhã

- 3 fatias de Peito de peru

- ou 1 pote de iogurte

- ou 3 colheres de castanha do pará

Almoço

1 bife de boi grelhado+ 1 prato de feijão ou 1 pires de carne de soja

Lanche da tarde

1 omelete de claras de ovos recheada com creme de ricota

Lanche da tarde 2

1 pote de iogurte natural

1 colher de aveia

Jantar

1 bife de frango grelhado+ 1 pires de salada verde crua

Ceia

1 pote pequeno de leite fermentado


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp