03/08/2022 às 10h08min - Atualizada em 03/08/2022 às 12h20min

Mercado de residenciais sênior se mostra uma oportunidade no Brasil

Com a expectativa de vida em ascensão, moradias para pessoas idosas têm ganhado destaque como alternativa para aqueles que precisam de cuidados especiais, sem que percam a independência e a autonomia para atividades diversas.

DINO
http://domseniorliving.com.br

As projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas em 2019, mostram que a população brasileira está em trajetória de envelhecimento e, até 2060, o percentual de pessoas com mais de 65 anos passará dos atuais 9,2% para 25,5%.

Essas projeções reforçam uma tendência de mercado que já é realidade em todo mundo. E que vem se tornando uma grande oportunidade também no Brasil: o mercado de senior living. 

O conceito de senior living consiste em residenciais projetados para que os moradores vivam com conforto, como nos seus lares, mas com serviços e programações diárias, que incluem atividades em grupo, estrutura de lazer, serviços de hotelaria, opções gastronômicas e atenção à saúde.

Diferença entre um lar de idosos e um senior living

Abrir mão do conforto do próprio lar é um desafio para o idoso que começa a precisar de cuidados. Por isso, a proposta apresentada pelo senior living é que o idosos possa continuar vivendo bem, com a segurança de contar com uma equipe profissional quando necessário. Neste modelo o idoso não se muda para um quarto, mas para um apartamento individual. Ele continua tendo um ambiente com privacidade e conforto para receber visitas de familiares e amigos.

A localização dos empreendimentos também é um diferencial: o conceito da moradia traz uma conexão à cidade, o que promove integração, autonomia e liberdade para o morador.

Senior living e longevidade

A melhoria na qualidade de vida e nos serviços de saúde impactaram na longevidade dos brasileiros. A terceira idade ocupa mais espaço na pirâmide etária e apresenta novas demandas ao mercado.

Nos Estados Unidos, o mercado de senior living já é forte, possui uma boa performance e representa uma parte importante na carteira de muitos investidores. Este ativo atingiu o valor de U$218.6 bilhões em 2019 (conforme aponta The Business Research Company).

De olho nesse cenário, alguns players brasileiros começaram a se atentar às oportunidades para o nicho no Brasil. De acordo com o empresário Luiz Gonzaga Coelho, investidor na DOM Senior Living, em Santa Catarina, a demanda do público idoso é crescente.

“Não há dúvidas sobre o potencial deste mercado. Já vi senior livings de alto padrão em diversos lugares do mundo e não temos nada parecido aqui no estado. Faz muito sentido investir em um negócio que proporciona qualidade de vida aos idosos e que vai ser altamente valorizado em poucos anos.”

O que faz uma operadora de senior living?

A solução completa de residenciais sênior inicia na implementação, com consultoria em projetos, alinhamento de premissas, viabilidade da operação e acompanhamento da humanização. Na sequência, inicia-se o suporte operacional, que envolve a gestão de cuidados, hotelaria, serviços, locação e apoio comercial.

“Ter uma infraestrutura adequada representa apenas 30% dos problemas relacionados ao bem- estar do idoso. A experiência do dia a dia faz muita diferença na qualidade de vida. Por isso, os residenciais senior devem ir além da moradia adaptada, fazendo a gestão de todas as etapas para proporcionar autonomia, integração e bem-estar.”, frisa Renata Stringhini, diretora executiva da DOM Senior Living.



Website: http://domseniorliving.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp