07/06/2018 às 13h44min - Atualizada em 07/06/2018 às 14h50min

Fundesul Presidente Kennedy é aprovado por unanimidade na câmara

Da redação
Sessão da CMPK (Foto: Arquivo/ Kennedy em Dia)
O projeto de lei Fundesul Presidente Kennedy foi aprovado na manhã desta quinta-feira (07), pela câmara de vereadores em duas sessões. O Kennedy em Dia transmitiu a sessão de aprovação (Veja vídeo abaixo).

Na primeira sessão do dia foi apresentada uma emenda pela vereadora Tânia Corrêa, na tentativa de alterar o Art. 9º do projeto de lei, que institui o Bandes (Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo) como o agente financeiro do fundo. Segundo a vereadora, a intenção era tirar o direcionamento para o Bandes como o agente financeiro e abrir livre concorrência para que o agente que administrasse o fundo com menor taxa de administração fosse o gestor. A emenda foi rejeitada.

Segundo os vereadores que votaram contra a emenda, Verinha Maitan, Antônio Picute, Timá, Mirian e Daniel Gomes, o Bandes já opera o Fundesul do governo do estado e já é um orgão financeiro habilitado para gerir o fundo, além de, aprovando a emenda, só aumentaria a demora e burocracia para colocar em funcionamento o fundo em Presidente Kennedy.

Após negada a emenda, o projeto de lei foi aprovado em primeira sessão por unanimidade. Por ser um projeto de lei enviado pelo executivo em regime de urgência, para o projeto ser aprovado, teria a necessidade de aprovação em duas sessões.

A segunda sessão, esta extraordinária, teve início por volta de 11h30 e por unanimidade foi aprovado novamente o projeto de lei Fundesul PK.

Com a aprovação, o Município fica autorizado a realizar um aporte no valor de R$ 50 milhões de reais ao Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo S/A que irá gerir os recursos através do Fundesul. O dinheiro poderá ser investido exclusivamente em empreendimentos no território kennedense.

Em entrevista, o presidente da câmara municipal, Thiago Viana, disse que o projeto Fundesul é um grande passo para o desenvolvimento econômico kennedense e que os empregos gerados pelo fundo irão aumentar a qualidade de vida da população. Acrescentou ainda, que está muito feliz de fazer parte deste momento importante para o município.
 

Opinião do redator

O Fundesul era um dos projetos com maior interesse de aprovação do executivo municipal nos últimos tempos.
 
Na política, Amanda e José Augusto mostraram sua força de articulação para vencer as barreiras e entraves que amarravam a aprovação do projeto. Foi uma longa jornada, mas foi vencida.

Empregos serão gerados, a arrecadação do município irá aumentar e o comércio será fortalecido.

Com a aprovação do fundo, muita gente de fora irá aparecer com olhos grandes, a fim de, abocanhar uma fatia do dinheiro do fundo.
 
Espero que quem conseguir dinheiro desse fundo, sejam bons gestores, capacitados e façam bom uso do dinheiro público, diferentemente do que temos visto de alguns dos nossos governantes a nível nacional atualmente.
 
Esse fundo não será a resolução dos problemas de empregabilidade do município, mas ajudará a curto e médio prazo.

Na história do município, a prefeita Amanda Quinta é a primeira gestora que cria algo para tentar fazer com que a população não dependa somente dos empregos que a Prefeitura oferece, que toda economia e dependência, não fique em volta da Prefeitura. Parabéns, prefeita!!!

Esse valor não resolve os problemas estruturais do município, na verdade não influencia.

No geral, é um grande avanço econômico para Presidente Kennedy. Essa é a grande chance para o kennedense que sempre quis empreender. A hora é agora!


 


 
Fundesul

O Governo do Espírito Santo, por meio do Bandes, lançou o Fundesul como um novo fundo para o desenvolvimento das microrregiões Litoral Sul, Centro Sul e Caparaó. O Fundo possui dotação inicial de R$ 50 milhões do Tesouro Estadual, com objetivo de apoiar empreendimentos privados nos 27 municípios da região Sul.

O programa é a ferramenta utilizada pelo Bandes para atrair mais investimentos e contribuir para dinamização da economia local. 

Os recursos do fundo são oriundos do Fundo de Desenvolvimento e Participações do Espírito Santo (Fundepar) e do Fundo de Desenvolvimento do Espírito Santo (Fundes), ambos sob a gerência do Bandes.

Os municípios participantes podem também aportar recursos no fundo para que mais recursos sejam disponibilizados para empresas de diversos setores que atuam ou querem atuar na região.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp