01/08/2022 às 19h38min - Atualizada em 02/08/2022 às 00h00min

Agência de Realidade Virtual oferece acesso fácil e gratuito ao seu próprio Metaverso

Com foco na inovação acessível e na democratização da tecnologia, Agência Casa Mais disponibiliza ambiente virtual em metaverso, que pode ser acessado por todos

SALA DA NOTÍCIA Mariana Mascarenhas
Foto Divulgação
Desde que Mark Zuckerberg – CEO do Facebook – anunciou a troca de sua marca para META, o metaverso tem sido pauta recorrente em diversos setores. Mas você sabe exatamente o que significa esse termo? Foi justamente para ajudar nessa compreensão que a Agência Casa Mais – pioneira em Realidade Virtual no Brasil – criou o seu próprio Metaverso.
 
Afinal, muitos podem até compreender o significado desse mundo virtual, mas ainda não sabem como desfrutá-lo e nem quais são as possiblidades que ele oferece. Para ajudar com essa questão, a agência criou um ambiente virtual 3D de fácil acesso para que qualquer pessoa possa entrar nele e entender, na prática e de forma didática, alguns dos principais conceitos desse tipo de tecnologia.
 
Para a agência, não se trata de algo tão novo. Fábio Costa, CEO da Casa Mais, explica que, antes mesmo da mudança do nome do Facebook, ele já havia desenvolvido com sua equipe o REUNI, uma plataforma que tem como objetivo oferecer espaços virtuais gamificados com diversas funcionalidades, com foco no mercado corporativo. “Desenvolvemos a plataforma REUNI para atender à demanda de aprimoramento do trabalho e eventos remotos durante a pandemia da Covid-19”, explica.
 
Apesar de não ser nomeada como metaverso em sua criação, a proposta do REUNI é muito similar. E, justamente por ela estar focada no segmento corporativo, foi preciso implementar diversas funcionalidades avançadas para atender às demandas específicas de cada cliente da agência. Por isso, foram necessárias apenas algumas mudanças para a criação do Metaverso da Agência Casa Mais.
 
Metaverso para todos
 
A história da Agência Casa Mais não é marcada somente pelo pioneirismo em diversas soluções corporativas high tech, como também pela democratização dessas tecnologias. “Quando fundei a Casa Mais, em 2011, o foco era popularizar as tecnologias de Realidade Virtual. Posteriormente, fizemos a mesma coisa com a Realidade Aumentada e, agora, estamos fazendo com o Metaverso”, explica Fábio.
 
E a democratização mencionada por ele não diz respeito somente à disponibilização gratuita desses recursos tecnológicos, mas também à viabilidade financeira para a realização de projetos específicos de clientes interessados.
 
Como entrar no Metaverso da Agência Casa Mais?
 
Basta acessar o  site metaversoagenciacasamais.com.br e fazer um breve cadastro. Em seguida, o usuário pode personalizar seu avatar – escolhendo sexo, cor de pele, estilo de cabelo, roupa etc. – e entrar no ambiente virtual. Contudo, antes disso, ele recebe as instruções iniciais sobre como navegar e interagir dentro do Metaverso. Há duas opções de idioma para navegação: português e inglês.
 
Atrações do Metaverso
 
Ao entrar no Metaverso, o visitante pode optar por conversar com alguns avatares em 3D. Um deles dá as boas-vindas e o outro oferece atalhos para teletransporte às diversas atrações, caso a pessoa não queira passear pelo ambiente virtual. Contudo, é interessante que o visitante explore o local, o qual parece um escritório do futuro, com androides trabalhando junto com humanos em um espaço gamificado, descontraído e multifuncional.  
 
Outro aspecto importante característico do Metaverso é que, ao escolher seu avatar, o usuário poderá conversar com diversos outros avatares simultaneamente, de maneira muito similiar a um ambiente real.
 
Uma vez dentro desse universo, o usuário pode realizar algumas atividades, como conferir e adquirir o NFT da agência – por meio da plataforma OpenSea – e checar as movimentações do mercado das criptomoedas em tempo real. É interessante destacar que esses dois elementos são muito presentes no Metaverso. Os NFTs são os potenciais produtos digitais “tokenizados” que podem ser comprados dentro do mundo virtual. Já as criptomoedas representam o possível dinheiro virtual descentralizado a ser utilizado para essas e outras compras.
 
No espaço, também é possível assistir a vídeos convencionais com apenas um clique, incluindo vídeos em 360 graus, em Realidade Virtual. Ainda é possível personalizar o próprio avatar com visuais alternativos oferecidos pela agência e conferir os aspectos do ambiente virtual. Mas, se a ideia é descontrair um pouco, há a opção de se divertir em um fliperama virtual.  
 
Para quem é fã de Realidade Aumentada, é possível conferir – por meio de um QRcode – a ação de um avatar jogando capoeira em cima da própria mesa do usuário ou em qualquer lugar para onde ele apontar o seu celular. Por fim, também é possível acessar uma sala de reuniões, na qual os usuários podem conversar por meio de um chat escrito ou pela câmera do notebook e seu microfone. E vale destacar que a vídeo chamada acontece por meio de uma plataforma própria, sem que seja necessário sair do Metaverso.
 
“Entendo que há muita gente se perguntando o que é o Metaverso e duvidando do potencial dessa tecnologia, justamente por não saber do que se trata. Noto que algumas empresas se negam a aproveitar essa novidade, enquanto grandes corporações já estão entrando nessa onda”, diz Fábio. “Nossa ideia é evidenciar a facilidade e as funcionalidades dentro do Metaverso, com o intuito de ajudar as pessoas e as empresas a evoluírem mais rapidamente nesse novo mundo”.
 
O CEO da Agência Casa Mais explica que, assim como acontece no mundo real, o Metaverso da Agência Casa Mais ainda será muito aprimorado e receberá atualizações constantes. Por isso, é sempre interessante voltar ao espaço virtual periodicamente.
 
Para conhecer melhor o Metaverso da Agência, acesse o link do vídeo de demonstração clicando aqui.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp