07/03/2018 às 07h42min - Atualizada em 07/03/2018 às 07h42min

Cesta básica no ES fica R$ 6,89 mais barata em fevereiro, diz Dieese

Mesmo assim, cesta básica comercializada na Grande Vitória é a quinta mais cara entre as capitais. A banana foi o produto que apresentou mais queda no preço.

G1

A cesta básica em Vitória ficou R$ 6,89 mais barata no mês de fevereiro, passando de R$ 417,73 em janeiro para R$ 410,84. A redução nos preços foi de 1,65%.

A banana foi o produto que mais registrou queda de preço, de 11,87%. Os preços da batata e do açúcar caíram 6,07% e 5,68%, respectivamente.

Mesmo assim, Vitória continua entre as capitais brasileiras onde a cesta básica é a mais cara, ocupando a 5ª posição.

Os valores foram divulgados nesta terça-feira (6) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Os produtos que registraram alta nos preços foram o leite (3,99%), a farinha (2,61%) e a manteiga (1,67%). Neste mês, apenas o arroz permaneceu com o preço estável.

Veja quais foram os produtos que tiveram aumento no preço

  •     Leite (3,99%)
  •     Farinha (2,61%)
  •     Manteiga (1,67%)

Veja quais são os produtos que tiveram queda no preço

  •     Banana (-11,87%)
  •     Batata (-6,07%)
  •     Açúcar (-5,68%)
  •     Feijão (-3,80%)
  •     Óleo (-3,24%)
  •     Carne (-1,15%)
  •     Café (-1,69%)
  •     Tomate (-0,93%)
  •     Pão (-0,08%)

Impacto no salário

Em fevereiro de 2018 o valor da Cesta Básica em Vitória representou 46,81% do salário mínimo líquido, contra 47,59% em janeiro de 2018.

O trabalhador com rendimento de um salário mínimo necessitou, em janeiro deste ano, cumprir uma jornada de 94 horas e 44 minutos para adquirir os bens alimentícios básicos.

Brasil

O custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em 13 capitais e aumentou em sete. As reduções mais expressivas ocorreram em João Pessoa (-3,96%), Natal (-3,20%) e Campo Grande (-2,98%).

As maiores taxas positivas foram anotadas nas cidades de Belém (3,37%) e Fortaleza (2,03%).

A cesta mais cara foi a do Rio de Janeiro (R$ 438,36), seguida por São Paulo (R$ 437,33), Porto Alegre (R$ 434,50) e Florianópolis (R$ 425,05)1 .

Os menores valores médios foram observados em Salvador (R$ 336,59) e Aracaju (R$ 341,59).

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp