09/11/2017 às 20h10min - Atualizada em 09/11/2017 às 20h10min

Gratz e Valci Ferreira são considerados foragidos pela polícia

Gazeta Online

 

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Carlos Gratz, e o ex-conselheiro do Tribunal de Contas, Valci Ferreira, são considerados foragidos pela Polícia Civil. A prisão deles foi determinada há 20 dias pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas eles não foram localizados.

Em nota, a Polícia Civil informa que, logo que recebeu da Justiça os mandados de prisões, a equipe da Superintendência de Polícia Prisional realizou diligências nos endereços mencionados nos mandados e em outros lugares para o cumprimento, no entanto, até o momento, Valci e Gratz não foram localizados e são considerados foragidos.
"A polícia segue em diligências e lembra que qualquer agência de segurança pode cumprir as prisões, a partir da expedição dos mandados pelo judiciário". Ainda em nota, a Polícia Civil pede que denúncias sejam feitas por meio do 181. A ligação é gratuita e o sigilo garantido.

Gratz e Valci foram condenados no ano passado por peculato (uso de cargo público para obter vantagem) e lavagem de dinheiro. O principal fato da denúncia, que levou à condenação de ambos, refere-se à contratação feita pelo ex-presidente da Assembleia, em 1997, de seguro de vida coletivo dos deputados, caso conhecido como “Seguro da Assembleia”.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp