24/01/2022 às 14h28min - Atualizada em 24/01/2022 às 14h28min

Lotes de pó de café adulterado são apreendidos em atacarejo em Cachoeiro de Itapemirim

Da Redação
A Polícia Civil da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor junto com a deputada estadual Janete de Sá que é presidente da comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa fizeram uma grande apreensão de lotes de pó de café no Atacarejo Open do Grupo Perim em Cachoeiro de Itapemirim. Foram apreendidas 11.737 unidades do café, da marca Café Monte’z Bravio, fabricado em Minas Gerais.

A ação ocorreu no último dia 18 e foi realizado por diversos polic
iais e integrantes da comissão. Em post em seu sua conta de Instagram Janete disse o seguinte: 
FRAUDE! ️ MILHO MISTURADO NO CAFÉ EM CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM!

A comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, presidida por mim, em parceria com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor da Polícia Civil, realizou na manhã desta terça-feira, 18, uma operação para apreender café irregular no município de Cachoeiro de Itapemirim. Foram apreendidas 11.737 unidades do café, da marca Café Monte’z Bravio, fabricado em Minas Gerais, em um Atacado do Município. Segundo análise do Laboratório Central (LACEN), o produto contem irregularidade na composição uma vez que foi encontrada a presença de milho no produto. O produto ainda tem no rótulo um selo da ABIC, atestando a pureza do café. Essa fraude é uma verdadeira deslealdade com os produtores de nosso Estado, desde os pequenos agricultores até os empresários, que produzem café de qualidade. O ES tem se destacado nacionalmente, investindo nesse setor e conquistando prêmios pela qualidade do café. Não podemos deixar que cafés irregulares, que por não terem qualidade, apresentam um preço baixo , acabem enganando o consumidor capixaba e gerando prejuízo para o setor cafeeiro.

Tolerância ZERO para fraude no café no Espírito Santo!


Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp