14/01/2022 às 13h30min - Atualizada em 14/01/2022 às 14h40min

Dados apontam que 41% dos brasileiros passaram a comprar de PMEs em 2021

Entre os modelos disponíveis de PMEs, os marketplaces são as opções mais procuradas pelos consumidores

DINO
https://www.tulipababy.com.br/moveis/berco

Segundo pesquisa da Locaweb, em parceria com o Opinion Box, 41% dos entrevistados passaram a comprar de pequenas e médias empresas (PMEs) em 2021. A análise buscou entender aspectos como a chegada da pandemia da Covid-19, a digitalização, o e-commerce e a jornada do consumidor quando o assunto é PMEs. Para que fossem obtidos os resultados, mais de 2 mil entrevistas foram realizadas a fim de compreender o perfil dos clientes.

O levantamento também trouxe como resultado o fato de 66% dos entrevistados realizarem compras on-line, já que os preços são mais atraentes, podendo ser encontrados diversos objetos, como um berço. "Faz sentido hoje as empresas conseguirem valores mais competitivos no digital. Lá não é preciso pagar o aluguel de um shopping, por exemplo, banners nos corredores etc. Têm seus custos, é claro, mas é possível fazer muito mais com menos", aponta Luis Carlos dos Anjos, gerente-executivo de Marketing e canais da Locaweb. De acordo com a 44ª edição do Webshoppers, relatório elaborado pela Ebit Nielsen, o comércio eletrônico atingiu a marca de R$ 53,4 bilhões em faturamento no primeiro semestre do ano passado, sendo um recorde.

Ao escolher o local de compra, 32% dos respondentes disseram realizar igualmente de PMEs e grandes corporações. Para 30%, foi o início de compras em grandes marcas no último ano. Para os consumidores antigos, 41% deles compram de marcas maiores; e 37%, de pequenas e médias nos últimos 5 anos. "A migração dos consumidores para meios online já é uma tendência confirmada nessa e em outras pesquisas do Opinion Box. Enquanto o aumento nas compras não é surpreendente, já que ele vem acontecendo de forma mais expressiva desde o início da pandemia, é interessante notar que empresas de todo porte conseguem se aproveitar dele", comenta Daniela Schermann, head de Marketing do Opinion Box.

Marketplaces

Os marketplaces também obtiveram um crescimento exponencial nos últimos tempos - 63% dos respondentes disseram que as compras via PMEs são realizadas por meio dos marketplaces. "Apesar das taxas, é uma oportunidade boa para esse perfil de negócio se associar a um maior, que tem um histórico de investimento em publicidade e uma marca consolidada", afirma Luis. A pesquisa ainda mostra que 87% dos participantes já compraram em marketplaces, sendo que os mais procurados são: Americanas (74%), Mercado Livre (71%), Magazine Luiza (64%) e Amazon (49%).

E-commerce teve alta de 66,99% em novembro

Seguindo essa tendência, o e-commerce teve bons resultados no final de 2021. Em novembro, por exemplo, segundo dados do índice MCC-ENET, levantamento feito pela Neotrust | Movimento Compre & Confie, comitê em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net), a Região Sudeste apresentou crescimento no faturamento em 66,99% ante o mês de outubro. Na mesma base de comparação, o avanço foi de 49,53% em vendas.



Website: https://www.tulipababy.com.br/moveis/berco
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp