22/10/2021 às 18h58min - Atualizada em 23/10/2021 às 00h00min

Comissão aprova direito do jovem a ter informações sobre mecanismos de participação política

Para relatora, instrumentos de democracia direta, como os projetos de iniciativa popular, são pouco utilizados no País

Câmara
https://www.camara.leg.br/noticias/819737-comissao-aprova-direito-do-jovem-a-ter-informacoes-sobre-mecanismos-de-participacao-politica/
Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Lançamento do livro “ Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã e outros textos”. Dep. Tereza NelmaPSDB - AL

Lançamento do livro “ Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã e outros textos”. Dep. Tereza NelmaPSDB - AL

Tereza Nelma: adesão da juventude pode fortalecer participação política

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que estabelece como dever do poder público assegurar aos jovens acesso à informação fidedigna sobre os mecanismos de participação nos processos decisórios públicos previstos na Constituição Federal, como voto direto e secreto, participação em plebiscitos, referendos e projetos de iniciativa popular.

Deverá ser garantido o acesso à informação do modo como esses instrumentos de participação popular funcionam e podem ser empregados. A medida é incluída no Estatuto da Juventude, que já assegura ao jovem o direito à participação social e política e na formulação, execução e avaliação das políticas públicas de juventude.

O texto aprovado é o substitutivo da relatora, deputada Tereza Nelma (PSDB-AL), ao Projeto de Lei 3024/19, do deputado Célio Studart (PV-CE). Ela explica que o substitutivo "amplia levemente o escopo do projeto de lei".

Democracia direta
"A informação que o poder público deve fornecer à juventude abarca todos os mecanismos constitucionalmente estabelecidos de participação política, embora a ênfase recaia sobre aqueles a que se tem dado menos uso, ou seja, os instrumentos de democracia direta", afirma.

Tereza Nelma concorda com Célio Studart que os mecanismos de consulta à população são pouco utilizados no Brasil. "No médio e longo prazos, o que realmente vai fazer com que o exercício direto do poder popular ganhe envergadura no Brasil será a adesão da juventude a essa causa", avaliou a relatora.

Tramitação
A proposta ainda será analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei



Fonte: https://www.camara.leg.br/noticias/819737-comissao-aprova-direito-do-jovem-a-ter-informacoes-sobre-mecanismos-de-participacao-politica/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
WhatsApp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp